INTERSEÇÕES GEOGRFICAS: UMA ANLISE DA CARTOGRAFIA FILATÉLICA BRASILEIRA / Geographical intersections: an analysis of the Brazilian Philatelic Cartography

José Flávio Morais Castro, Alexandre M. A. Diniz, Gislaine Fernanda de Barros

Resumo


As interseções entre Filatelia e Cartografia no Brasil geraram mais de 350 selos ao longo da história. Este trabalho analisa a cartografia filatélica brasileira e as interseções geográficas presentes nos selos postais brasileiros, interseções estas intimamente relacionadas à Geografia Cultural. As interseções geográficas, consubstanciadas na representação simbólica dos selos postais estão intimamente associadas à cultura e suas relações com o espaço. A análise dos selos evidenciou relações topológicas e de distância, indicando a localização de feições e elementos,
além de representar trajetórias e fluxos diversos. Por outro lado, mapas e projeções
também carregam forte apelo simbólico, comunicando informações que transcendem as meras relações topológicas e de distância, costumeiramente comunicadas nos documentos cartográficos. A iniciativa e os resultados obtidos neste trabalho revelam uma miríade de possibilidades de estudo dos conteúdos dos selos postais brasileiros, sobretudo aqueles relacionados a temas clássicos da Geografia.

Texto completo:

PDF


Revista Sociedade & Natureza. ISSN:1982-4513 Indexadores: DOAJ - Directory of Open Access Journals; REDALYC; SciELO - Scientific Electronic Library Online; Latindex. Desde o ano de 2014, a Revista conta com apoio financeiro do CNPq/Brasil - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, para as atividades de editoração. Todo o conteúdo de www.sociedadenatureza.ig.ufu.br, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons