Sobre a Revista

Navegar pelas seções

 

Foco e Escopo

A Revista SOCIEDADE & NATUREZA, sendo veículo de registro e divulgação científica, tem como objetivos: publicar trabalhos inéditos de revisão crítica sobre tema pertinente à Geografia e áreas afins ou resultado de pesquisa de natureza empírica, experimental ou conceitual; fomentar o intercâmbio de experiência em sua especialidade com outras Instituições, nacionais e estrangeiras; defender e respeitar os princípios do pluralismo de ideias filosóficas, políticas e científicas. O Regimento do periódico, que descreve sua origem, institucionalidade, missão e governança, pode ser acessado aqui.

Acesso: a Revista é totalmente OPEN ACESS e apoia as declarações COAR-UNESCO e DORA. Não há cobrança para submissão ou publicação de artigos.

 

Qualis Capes

A Revista Sociedade & Natureza é Qualis A1 na área de Geografia (consulte o Qualis aqui).

 

Processo de Avaliação pelos Pares (Peer-review)

A Revista Sociedade & Natureza adota criteriosos procedimentos éticos para a avaliação de artigos. Esses procedimentos são baseados nas diretrizes do COPE Ethical Guidelines for Peer Reviewers (disponível aqui) e no Guia de boas práticas para o fortalecimento da ética na publicação científica do Scielo (disponível aqui)

Quando um novo artigo é encaminhado à Sociedade & Natureza, ele é submetido a uma análise preliminar pelo Comitê Editorial antes de ser enviado para a avaliação externa. Essa análise considera se: 1) o artigo tem correlação com o foco e o escopo da Revista; 2) o artigo segue as recomendações disponíveis nas Diretrizes para Autores e 3) o artigo é inédito. Esse processo pode demorar até 15 dias a partir do momento da submissão.

Após concluída a etapa de análise prévia, os artigos que atendem aos critérios da Revista serão encaminhados para dois ou três avaliadores, que podem ser membros do Conselho Científico da Revista ou consultores ad hoc. Todos os avaliadores são professores/pesquisadores reconhecidos em suas áreas de atuação. O processo de avaliação é “Double Blind Peer Review”, ou seja, é garantido o anonimato dos autores e dos avaliadores.

Cada avaliador tem um prazo de até 30 dias após aceitar a solicitação da Revista para elaborar o seu parecer. Caso um avaliador recuse a solicitação ou não obedeça aos prazos estipulados, um novo avaliador será designado. Portanto, não há prazo estabelecido para o término do processo de avaliação, pois ele está condicionado ao cumprimento dos prazos pelos avaliadores.

Os pareceres serão elaborados considerando os seguintes critérios: originalidade, relevância científica, clareza e qualidade gráfica das ilustrações. Ao final da avaliação, cada avaliador manifestar-se-á, em seu parecer, por meio de uma das seguintes opções: I) Aceitar; II) Correções obrigatórias; III) Submeter a nova rodada de avaliação ou IV) Rejeitar. Os avaliadores têm inteira liberdade para propor alterações, corrigir, suprimir ou acrescentar trechos e seções, apontar descrições ambíguas, redundantes, incoerentes ou uso indevido de terminologias e conceitos etc. Além disso, eles poderão enviar arquivos que complementem os comentários registrados no sistema. Os pareceres têm caráter consultivo, sendo o editor da submissão o responsável pela decisão final sobre o artigo.

Após o envio dos pareceres, os autores serão comunicados da decisão editorial. Caso sejam solicitadas alterações, os autores deverão atentar-se aos prazos estabelecidos para o envio da versão corrigida do artigo. O artigo só será publicado mediante o envio das correções e/ou das justificativas para aquelas sugestões de alteração que não forem acatadas. A decisão editorial não será passível de reconsideração, salvo situações excepcionais a serem analisadas pelos editores.

 

Periodicidade

Desde de 2019, a Revista adota o sistema de publicação continuada. Os artigos são publicados tão logo sejam aprovados e editados. Este modelo confere maior celeridade ao processo de editoração, reduzindo o tempo entre a submissão e a publicação online dos textos completos.

 

Fontes de financiamento

A Revista Sociedade & Natureza recebe desde o ano de 2014, apoio financeiro do CNPq e da CAPES para as atividades de editoração.