Pesca artesanal no município de Guarapari, estado do Espírito Santo: Uma abordagem sobre a percepção de pescadores
PDF-pt
PDF-en (English)

Palavras-chave

Pescador artesanal
Conhecimento tradicional
Mesorregião do Espírito Santo

Como Citar

ABREU, J. S.; DI BENEDITTO, A. P. M.; MARTINS, A. S.; ZAPPES, C. A. Pesca artesanal no município de Guarapari, estado do Espírito Santo: Uma abordagem sobre a percepção de pescadores. Sociedade & Natureza, v. 32, p. 59-74, 4 fev. 2020.

Resumo

No município de Guarapari, estado do Espírito Santo (ES), a pesca artesanal é praticada ao longo da linha de costa. Desta maneira, o objetivo deste estudo é descrever a atividade pesqueira praticada no município de Guarapari, a partir da percepção de pescadores artesanais. Entrevistas etnográficas foram realizadas com aplicação de questionários semi-estruturados, individualmente, por meio de diálogo com pescadores que atuam na região (n= 80). A obtenção de informações também ocorreu por meio de observações participante e direta, anotadas em diário de campo. Os dados foram organizados em categorias, analisados pelo método da Triangulação e estatística descritiva. Todos os entrevistados são homens com idade entre 27 e 77 anos, apresentam baixa escolaridade e o tempo de atuação na pesca varia entre 3 e 60 anos. Segundo os pescadores, os artefatos linha, rede de espera, arpão e espinhel são os mais utilizados. A atividade pesqueira é desenvolvida ao longo do litoral deste município, principalmente na área próxima às Três Ilhas, Ilhas Rasas e Ilha Escalvada. Na percepção dos entrevistados, a pesca é um dos principais setores da economia local.

https://doi.org/10.14393/SN-v32-2020-46923
PDF-pt
PDF-en (English)

Referências

ABREU, J. S.; DOMIT, C.; ZAPPES, C. A. Is there dialogue between researchers and traditional Community members? The importance of integration between traditional knowledge and scientific knowledge to coastal management. Ocean; Coastal Management. v. 141. p. 10–19, 2017. https://doi.org/10.1016/j.ocecoaman.2017.03.003

ALVES, L. D.; BULHÕES, E. M. R.; DI BENEDITTO, A. P. M. Ethnoclimatology of Artisanal fishermen: Interference in coastal fishing in southeastern Brazil. Marine Policy, v.96. p. 69-76, 2018. https://doi.org/10.1016/j.marpol.2018.07.003

AZEVEDO, C. M. A. A regulamentação do acesso aos recursos genéticos e aos conhecimentos tradicionais associados no Brasil. São Paulo: Biota Neotropica, v5, n1, 2005. https://doi.org/10.1590/S1676-06032005000100002

BAILEY, K. D. Methods of Social Research. 2ed. New York: McMillan Publishers. The Free Press. 1982.

BEGOSSI, A.; LOPES, P. F.; OLIVEIRA, L. E. C.; NAKANO, H. Ecologia de Pescadores Artesanais da Baía de Ilha Grande. São Carlos: Rima Editora, FAPESP, p. 298, 2010.

BERNARD, H. R. Social research methods: qualitative and quantitative approaches. California: Sage Publications, Thousand Oaks, p. 412, 2000.

BERTONCINI, A.; RANGEL, C.; CHAVES, L.; MENDONÇA-NETO, J.; MONTEIRO-NETO, C. Peixes Recifais do Monumento Natural das Ilhas Cagarras. In: MORAES, F.; BERTONCINI, A.; AGUIAR, A. (Org.). História, Pesquisa e Biodiversidade do Monumento Natural das Ilhas Cagarras. Rio de Janeiro: Museu Nacional, p.107-138, 2013.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Características da investigação qualitativa. In: Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto Editora. Porto, p.47- 51, 1994.

BOLETIM ESTATÍSTICO DA PESCA E AQUICULTURA. 2011. Available at < http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/biblioteca/download/estatistica/est_2011_bol__bra.pdf > Accesso em 21 Maio 2018.

BOLZAN, M. S. Peixes em Áreas Rasas do Estuário do rio São Mateus, Espírito Santo. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical. Universidade Federal do Espírito Santo, São Mateus, 2014.

BRASIL. Lei Federal n° 13.123 de 20 de Maio de 2015. Regulamenta o inciso II do § 1o e o § 4o do art. 225 da Constituição Federal, o Artigo 1, a alínea j do Artigo 8, a alínea c do Artigo 10, o Artigo 15 e os §§ 3º e 4º do Artigo 16 da Convenção sobre Diversidade Biológica, promulgada pelo Decreto no 2.519, de 16 de março de 1998; dispõe sobre o acesso ao patrimônio genético, sobre a proteção e o acesso ao conhecimento tradicional associado e sobre a repartição de benefícios para conservação e uso sustentável da biodiversidade; revoga a Medida Provisória no 2.186-16, de 23 de agosto de 2001; e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 2015.

CARVALHO, R. H. CONHECIMENTO LOCAL DE PESCADORES EM RELAÇÃO A CONSERVAÇÃO DE TARTARUGAS MARINHAS (REPTILIA: TESTUDINES) NO SUL DO ESPÍRITO SANTO, BRASIL. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas Comportamento e Biologia Animal da Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2014.

CLARK, R. B.; FRID, C.; ATTRILL, M. Marine Pollution. Oxford. Claredon Press. 161p., 1997.

CLIFFORD, J. Sobre a autoridade etnográfica. In: GONÇALVES, J. R. S. A experiência etnográfica: antropologia e literatura do século XX. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, p.17-6, 1998.

CORREIA, L. B.; KROHLING, W. Densidade e distribuição vertical de peixes Pomacanthidae (Teleostei) na Ilha Escalvada, Guarapari – ES. Natureza online, v.8, p. 1-7, 2010.

COSTA, E. S.; ANDRADE, R. R.; JUNIOR, L. B.; GAIGHER, L. P.; OLIVEIRA, C. M. S.; JUNIOR, C. D.; NETO, R. R. Controls on Temporal and Spatial Variation of Nutrients in a Tropical Marine Artificial Reef: The Case of the Victory 8B on the Southeastern Brazilian Coast. Revista Virtual de Química, v. 6, p. 834-843, 2014.

CROUCH, M., MCKENZIE, H. The logic of small samples in interview-based qualitative research. Social Science Information, v.45, p. 483-499, 2006. https://doi.org/10.1177/0539018406069584

DIEGUES, A. C. Pesca artesanal no litoral brasileiro: Cenários e Estratégias para sua sobrevivência. São Paulo. Instituto Oceanográfico, 287p, 1988.

DOMINGUEZ, P. S.; ZEINEDDINE, G. C.; ROTUNDO, M. M; BARRELLA, W.; RAMIRES, M. A pesca artesanal no arquipélago de Fernando de Noronha (PE). Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, v.42, p. 241–251, 2016. https://doi.org/10.20950/1678-2305.2016v42n1p246

FAO - Food and Agricultural Organization of the United Nations. The State of the World Fisheries and Aquaculture, 209p. 2012.

FAO – Food and Agriculture Organization of the United Nations. The State of the World Fisheries and Aquaculture, Rome, 2016.

FAPAES- Federação das Associações de Pescadores Profissionais, Artesanais e Aquicultores do Espírito Santo. 2015. Available at <http://pedeag.es.gov.br/assets/uploads/apresentacoes/a37f2-palestras_pesca_serra.pdf> Acesso em 29 Setembro, 2016.

FEITOZA, L. R.; CASTRO, L. L. F.; RESENDE, M.; ZANGRANDE, M. B.; STOCKING, M. A.; BOREL, R. M. A.; CERQUEIRA, A. F.; SALGADO, J. S.; FEITOZA, H. N.; FULLIN, E. A.; STOCK, L. A.; FILHO, N. D.; MANK, A. M.; FERINGA, W.; MARTINEZ, J. A. Mapa das Unidades Naturais do Estado do Espírito Santo. Informações básicas. Vitória, ES: Incaper. 2010.

FLOETER, S. R.; KROHLING, W.; GASPARINI. J. L.; FERREIRA, C. E. L; ZALMON, I. R. Reef fish community structure on coastal islands of the southeastern Brazil: the influence of exposure and benthic cover. Environmental Biology of Fishes. p. 147-160, 2007. https://doi.org/10.1007/s10641-006-9084-6

FREITAS NETTO, R.; DI BENEDITTO, A. P. M. Diversidade de artefatos da pesca artesanal marinha do Espírito Santo. Biotemas, v. 20. p. 107-119, 2007.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. Record. São Paulo, 107 p, 1999.

GUAITOLINI, P. B. ESTUDO DESCRITIVO DA CIRCULAÇÃO SOBRE A PLATAFORMA INTERNA E O EFEITO ILHA: ESTUDO DE CASO DE GUARAPARI (ES). Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Oceanografia Ambiental. Universidade Federal do Espírito Santo, Aracruz, 2010.

HAIMOVICI, M. (Org.). Sistema pesqueiro marinhos e estuarinas do Brasil. Caracterização e análise da sustentabilidade. Rio Grande: Editora da FURG, 2011.

IBGE. 2017. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em < https://cidades.ibge.gov.br/brasil/es/guarapari > Acesso em 20 Maio 2018.

IENO, E. N.; BASTIDA, R. O. Spatial and Temporal Patterns in Coastal Macrobenthos of Samborombon Bay, Argentina: a Case Study of Very Low Diversity. Estuaries, p. 690-699, 1998.

IJSN. 2018. Instituto Jones dos Santos Neves. Disponível em < http://www.ijsn.es.gov.br/component/attachments/download/6437> Acesso em 28 Dezembro 2018.

INCAPER, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural. PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA E EXTENSÃO RURAL PROATER 2011 – 2013. 2013. Disponível em <https://incaper.es.gov.br/media/incaper/proater/municipios/Centro_cerrano/Guarapari.pdf> Acesso em 21 Maio 2018.

ISAAC, V. J.; ESPIRÍTO SANTO, R. V.; SILVA, B. B.; MOURÃO, K. R. M.; FRÉDOU, T.; FRÉDOU, F. L. Uma avaliação interdisciplinar dos sistemas do estado do Pará. In: HAIMOVICI, M. (Org.). Sistemas pesqueiros marinhos e estuário do Brasil. Caracterização e análise da sustentabilidade. Rio Grande Editora da FURG, p. 11-24, 2011.

KALIKOSKI, D. C.; ROCHA, R. D.; VASCONCELOS, M. C. Importância do conhecimento ecológico tradicional na gestão da pesca artesanal no Estuário da Lagoa dos Patos, extremo sul do Brasil. Ambiente; Educação, v 11. 2006.

KENDALL, L. The conduct of qualitative interview: research questions, methodological issues, and researching online. In: COIRO, J., KNOBEL, M., LANKSHEA, C., LEU, D. (Eds.). Handbook of Research on New Literacies. New York: Lawrence Erlbaum Associates, p. 133-149, 2008.

KNOX, W.; TRIGUEIRO, A. Saberes, Narrativas e Conflitos na Pesca Artesanal. Vitória: EDUFES, 229p, 2015.

LIMA, J. S.; ZAPPES, C. A.; DI BENEDITTO, A. P. M.; ZALMON, I. R. Artisanal fisheries and artificial reefs on the southeast coast of Brazil: Contributions to research and management. Ocean and Coast managemente. v. 163, p. 372-382, 2018. https://doi.org/10.1016/j.ocecoaman.2018.07.018

MALINOWSKY, B. Os Argonautas do Pacífico Ocidental: Um Relato do Empreendimento e da Aventura dos nativos nos arquipélagos da Nova Guiné Melanésia. 2 ed. Abril Cultural, São Paulo, 1978.

MARTINS, A. S.; SANTOS, L. B.; PIZATTA, G. T.; RODRIGUES, C. M.; DOXSEY, J. R. Estudo interdisciplinar dos sistemas pesqueiros marinhos do estado do Espírito Santo, Brasil utilizando o método Rapfish. In: HAIMOVICI, M. (Org.). Sistemas pesqueiros marinhos e estuário do Brasil. Caracterização e análise da sustentabilidade. Rio Grande: Editora da FURG, p. 55-64, 2011.

MARTINS, A. S.; OLAVO, G.; COSTA, P. A. S. A pesca de linha de alto mar realizada por frotas sediadas no Espírito Santo, Brasil. In: COSTA, P. A. S.; MARTINS, A. S.; OLAVO, G. (Eds.) Pesca e potenciais de exploração de recursos vivos na região central da Zona Econômica Exclusiva brasileira. Rio de Janeiro: Museu Nacional. p.35-55, 2005.

MASON, M. Sample Size and Saturation in PhD Studies Using Qualitative Interviews. FQS. v. 11, n 3, 2010.

MORSE, J. M. Designing funded qualitative research. In: Denzin, N. K., Lincoln, Y. S. (Eds.), Handbook of Qualitative Research. Sage Publications, Thousand Oaks, p. 220–235, 1994.

MUSIELLO-FERNANDES, J. VIEIRA, F. V.; FLORES, R. M.; CABRAL, L.; ZAPPES, C. A. Pesca artesanal e as interferências sobre a atividade na mesorregião central do Espírito Santo. Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão. p. 1-21, 2018.

MUSIELLO-FERNANDES, J.; ZAPPES, C. A.; HOSTIM-SILVA, M. Small-scale shrimp fisheries on the Brazilian coast: Stakeholders perceptions of the closed season and integrated management. Ocean and Coastal Management. v.148, p.89-96, 2017. https://doi.org/10.1016/j.ocecoaman.2017.07.018

NETTO, R. F.; DI BENEDITTO, A. P. M. Diversidade de artefatos da pesca artesanal marinha do Espírito Santo. Biotemas (UFSC), v. 20, p. 107-119, 2007.

OLIVEIRA, L. A. K. Alterações morfológicas da praia do morro, Guarapari-ES em uma escala de décadas. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Geografia Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2011.

OLIVEIRA, P. C.; DI BENEDITTO, A. P. M.; BULHÕES, E. M. R.; ZAPPES, C. A. Artisanal fishery versus port activity in southern Brazil. Ocean; Coastal Management, v. 129, p. 49-57, 2016. https://doi.org/10.1016/j.ocecoaman.2016.05.005

OPDENAKKER, R. Advantages and disadvantages of four interview techniques in qualitative research. Forum: Qualitative Sozial for schung/Forum Disponível em < https://pure.tue.nl/ws/files/1948695/Metis202565.pdf > Accesso em 12 Março 2006.

ORLANDI, E. P. Análise do discurso. Princípios e Procedimentos. Campinas: Pontes Editores, 101p., 2010.

PIRES, M. R. Turismo em Guarapari (ES): lógicas de uso e ocupação do espaço incorporando simbolismos e identidade cultural. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Geografia. Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2016.

RECASENS, L.; LOMBARTE, A.; SÁNCHEZ, P. Teleostean fish assemblages in an artificial reef and natural rocky area in Catalonia (Northwestern Mediterranean): an ecomorphological approach. Bulletin of Marine Science, v.78, n.1, p. 71-82, 2006.

ROCHA, K. S.; SILVA, R. S.; FREITAS, R. R. An analysis of environmental perception and socio-economic transformation of a community of fishermen in estuarine region in southeastern Brazil. Journal of Integrated Coastal Zone Management, v.12, p. 535-543, 2012.

ROCHA, L. A.; ROSA, I. L.; ROSA, R. S. Peixes Recifais da Costa da Paraíba, Brasil. Revista Brasileira de Zoologia, v. 15, p. 553-566, 1998.

ROCHA, P. A. Solos do manguezal da Baía de Guarapari – ES: mineralogia e fósforo como indicador de contaminação por esgoto doméstico. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Solos e Nutrição de Plantas. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2016.

RYAN, G.; BERNARD, H. R. Data management and analysis methods. In: DENZIN, N. K., LINCOLN, Y. S. (ed.). Handbook of Qualitative Research. Londres: Sage, p. 769-802, 2000.

SAAVEDRA-DÍAZ, L., ROSENBERG, A. A., MARTÍN-LÓPEZ, B., 2015. Social perceptions of Colombian small marine fisheries conflicts: insights for management. Marine Policy, v. 56, p. 61–70, 2015. https://doi.org/10.1016/j.marpol.2014.11.026

SCHENSUL, S. L.; SCHENSUL, J. J.; LECOMPTE, M. D. Essential Ethnographic Methods: Observations, Interviews and Questionnaires, second ed. Altamira Press, Walnut Creek. 1999.

SETUR. 2017. Secretária de Turismo do Espírito Santo. Pesquisa de Fluxo Turístico Por Big Data. Available at: <https://observatoriodoturismo.es.gov.br/telefonia-movel-verao> Acesso em Maio 2018.

SETUR. 2016. Secretária de Turismo do Espírito Santo. Pesquisa de Fluxo Turístico Por Big Data. Available at: < https://observatoriodoturismo.es.gov.br/telefonia-movel-verao > Accesso em Maio 2018.

SILVA, A. H.; FOSSÁ, M. I. T. Análise de conteúdo: exemplo de aplicação da técnica para a análise de dados qualitativos. Revista Eletrônica Qualitas, Campo Grande, v. 16, n. 1, p. 1-14, 2015.

SILVA, A. P. Pesca artesanal brasileira. Aspectos conceituais, históricos, institucionais e prospectivos. Embrapa Pesca e Aquicultura, Palmas, 2014.

SPERANDIO, E. F. Radioatividade natural e composição das areias da Praia de Camburi (Vitória – ES, Brasil). Dissertação de Mestrado. Programa de Pós – Graduação em Física do Centro de Ciências Exatas. Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2011.

SOARES-GOMES, A.; PITOMBO, F. B.; PAIVA, P. C. Bentos de sedimentos não consolidados. Biologia Marinha, 2ª ed, p.319-338, 2009.

TEIS, M. A.; TEIS, D. T. A Abordagem Qualitativa: A Leitura no Campo de Pesquisa. A abordagem qualitativa: a leitura no campo de pesquisa. BOCC. Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, v. 1, p. 1, 2006.

THIRY-CHERQUES, H. R. Saturação em pesquisa qualitativa: Estimativa empírica de dimensionamento. Revista PMKT, n.3, p.20-27, 2009.

VIEIRA, F.; GASPARINI, J. L. Os peixes ameaçados de extinção no Estado do Espírito Santo. In: PASSAMANI, M.; MENDES, S. L. (Org.). Espécies da fauna ameaçadas de extinção no estado do Espírito Santo. Ipema, p. 87-104, 2007.

VEIGA, R.; SANCHES, N.; ANJOS, R. M.; MACARIO, K.; BASTOS, J.; IGUATEMY, M.; AGUIAR, J. G., SANTOS, A. M .A.; MOSQUERA, B.; CARVALHO, C.; BAPTISTA FILHO, M.; UMISEDO, N. K. Measurement of natural radioactivity in Brazilian beach sand. Radiation Measurements, p.189-196, 2006.

ZAPPES, C. A.; OLIVEIRA, P. C.; DI BENEDITTO, A. P. M. PERCEPÇÃO DE PESCADORES DO NORTE FLUMINENSE SOBRE A VIABILIDADE DA PESCA ARTESANAL COM A IMPLANTAÇÃO DE MEGAEMPREENDIMENTO PORTUÁRIO. Boletim do Instituto da Pesca 42, p. 73-88, 2016a. https://doi.org/10.20950/1678.2305.2016v42n1p73

ZAPPES, C. A., SIMÕES- LOPES, P. C., ANDRIOLO, A., BENEDITTO, A. P. M. D. Traditional knowledge identifies causes of bycatch on bottlenose dolphins (Tursiops truncates Montagu 1821): an ethnobiological approach. Ocean; Coastal Management, v.120, p.160–169, 2016b. https://doi.org/10.1016/j.ocecoaman.2015.12.006

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.