Mudanças de uso da terra e estimativas de emissões antrópicas de CO2 em bacia hidrográfica
PDF-pt
PDF-en (English)

Palavras-chave

Gases do efeito estufa
Impactos ambientais
Matriz de transição

Como Citar

DE SOUSA, J. A. P.; LOPES, E. R. DO N.; DE SOUZA, J. C.; LOURENÇO, R. W. Mudanças de uso da terra e estimativas de emissões antrópicas de CO2 em bacia hidrográfica. Sociedade & Natureza, v. 32, p. 262-278, 27 abr. 2020.

Resumo

As interferências antrópicas sempre provocaram grandes impactos na superfície terrestre, com maior intensidade nos últimos tempos em função das mudanças do uso da terra, que contribuem para emissão dos gases do efeito estufa, em especial do dióxido de carbono. Neste sentido, o estudo objetivou analisar as transições do uso da terra e as emissões de CO2 resultantes dessas ações em uma bacia hidrográfica. Para isto realizou-se mapeamentos de uso da terra de 2007, 2010, 2013 e 2016, como também estimou as emissões decorrentes das transições. Para o cálculo das emissões líquidas de CO2 foram utilizados dados das transições que ocorreram, da vegetação pretérita e informações pedológicas. Todos os procedimentos
foram realizados com auxílio de técnicas de geoprocessamento e sensoriamento remoto, resultando em matrizes de transições e de emissões do CO2, além das informações espacializadas. Observou-se que a categoria floresta apresentou a maior conversão para outros tipos de uso da terra, destacando-se uma perda de 208,86 ha entre 2010 a 2013. Em relação as emissões, verificaram-se que em nove anos ocorreram mais emissões do que sequestro de carbono da atmosfera, o que mostra a necessidade de medidas de gestão e planejamento que visem a amenização dos impactos ocasionados pela intensa modificações de uso terra na bacia estudada.

https://doi.org/10.14393/SN-v32-2020-44054
PDF-pt
PDF-en (English)

Referências

AGUIAR, L. V.; FORTES, J. D. N.; MARTINS, E. Neutralização compensatória de carbono-estudo de caso: indústria do setor metal mecânico, Rio de Janeiro (RJ). Eng. Sanit. Ambient., v. 21, n. 1, p. 197-205, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41520201600100116414

BAIRD, C.; CANN, M. Química ambiental. 4. ed. Porto Alegre: Bookman. 2011, 844p.

BAUMERT, K. A.; HERZOG, T.; PERSHING, J. Navigating the Numbers: greenhouse gas data and international climate policy. World Resources Institute. 2005. 132p.

BERNUOX, M.; CARVALHO, M. C. S.; VOLKOFF, B.; CERRI, C. C. Brazil’s soil carbon stocks. Soil Sci. Soc. Am. J., v. 66, p. 888-896, 2002. http://dx.doi.org/10.2136/sssaj2002.8880

BRASIL. Emissões e remoções de Dióxido de Carbono pelos Solos por Mudanças de Uso da Terra e Calagem. Relatório de Referência. Primeiro Inventário Brasileiro de Emissões Antrópicas de Gases de Efeito Estufa. Brasília: MCT, 2006. 50p.

CARVALHO, J. L. N.; AVANZI; J. C.; SILVA, M. L. N.; MELLO, C. R.; CERRI, C. E. P. Potencial de sequestro de carbono em diferentes biomas do Brasil. Rev. Bras. Ciênc. Solo, v. 34, n. 2, p. 277-290, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000200001

CETESB - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo. Primeiro Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeito Estufa Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo - Emissões do setor de uso da terra, mudanças de uso da terra e florestas: relatório de referência. São Paulo: FUNCATE, CETESB, 2012. 120p.

______. Primeiro Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeito Estufa Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo. Programa de Mudanças Climáticas do Estado de São Paulo – Pro clima. 2. ed. São Paulo: CETESB, 2011. 192p.

ELETROBRAS - Departamento de Meio Ambiente, Divisão de Estudos e Planejamento. Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa provenientes de Usinas Termelétricas (fontes fixas) de 2003 a 2008. Rio de Janeiro: ELETROBRAS, 2009. 44p.

DON, A., SCHUMACHER, J., FREIBAUER, A. Impact of tropical land-use change on soil organic carbon stocks – a meta-analysis. Glob. Change Biol. v. 17, 1658–1670, 2011. http://dx.doi.org/10.1111/j.1365-2486.2010.02336.x

ECKHARDT, R. R.; SILVEIRA, C. REMPEL, C. Evolução Temporal do Uso e Cobertura da Terra no Município de Bom Retiro do Sul - RS – Brasil. Caminhos de Geografia, v. 14, n. 47, p. 150–161, 2013. Disponível em: < http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/21973>. Acesso em: 24 maio 2017.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2. ed. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 2006. 306 p.

ESRI - Environmental Systems Research Institute. ArcGIS 10.3. 2014.

GUIMARÃES, N. A.; PENHA, J. W. Mapeamento das áreas de risco de inundação com a utilização do modelo digital de elevação hidrologicamente consistente: Estudo de caso em Muriaé-MG. Revista Agrogeoambiental, v. 1, n. 2, p. 46-52, 2009. http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v1n2200976

HOSHINO, S.; ESTEBAN, M.; MIKAMI, T.; TAKAGI, H.; SHIBAYAMA, T. Estimation of increase in storm surge damage due to climate change and sea level rise in the Greater Tokyo area. Natural Hazards, v. 80, n. 1, p. 539-565, 2016. https://doi.org/10.1007/s11069-015-1983-4

HOUGHTON, J. T.; DING, Y.; GRIGGS, D. J.; NOGUER, M.; VAN DER LINDEN, P. J.; DAI, X.; MASKELL, K.; JOHNSON, C. A. Em Climate Change 2001: The Scientific Basis. Cambridge University Press: Cambridge, 2001, 95p.

IAC - Instituto Agronômico de Campinas. Boletim técnico 106 - Métodos de análise química, mineralógica e física de solos. Campinas: IAC, 2009. 77p.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Mapa de Vegetação do Brasil. 2004. Disponível em:< https://ww2.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/21052004biomashtml.shtm. >. Acesso em: 22 maio 2016.

______. Manual Técnico de Uso da Terra. 3. ed. Rio de Janeiro: IBGE, 2013. 171 p.

IPCC - International Panel on Climate Change. Good Practice Guidance for Land Use, Land-Use Change and Forestry. Kamiyamaguchi: IGES, 2003. 590p.

______. Impacts, Adaptation, and Vulnerability. Part A: Global and Sectoral Aspects. Contribution of Working Group II to the Fifth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. 2014.

KIM, D. G; KIRSCHBAUM, M. U. F. The effect of land-use change on the net exchange rates of greenhouse gases: A compilation of estimates. Agriculture, Ecosystems and Environment, v. 208, p. 114–126, 2015. https://doi.org/10.1016/j.agee.2015.04.026

LEITE, M. E.; FREITAS, M. F. Análise Espaço-Temporal de uso da Terra na Bacia Hidrográfica do Rio Tabuas, Norte de Minas Gerais, com Aplicação das Geotecnologias. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 6, n. 2, p. 184-194, 2013. https://doi.org/10.26848/rbgf.v6.2.p184-194

LOPES, E. R. N. SALES, J. C. A. SOUSA, J. A. P.; AMORIM, A. T.; ALBUQUERQUE FILHO, J. L.; LOURENÇO, R. W. Losses on The Atlantic Mata Vegetation Induced by Land Use Changes. CERNE, v. 24, n. 2, p. 121-132, 2018. https://doi.org/10.1590/01047760201824022512

MATA, M. V. M.; HOELZEMANN, J. J.; SOUSA NETO, E. R.; AGUIAR, A. P. D.; VIEIRA, R. M. S. P.; ASSIS, T. O.; OMETTO, J. P. H. B. Emissões de CO2 Provenientes de uso e Mudanças no Uso da Terra no Bioma Caatinga no Nordeste Brasileiro. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 8, n. 1, p. 144-155, 2015. https://doi.org/10.26848/rbgf.v8.1.p144-155

MOREIRA, H. M.; GIOMETTI; A. B. R. Protocolo de Quioto e as possibilidades de inserção do Brasil no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo por meio de projetos em energia limpa. Contexto internacional, p. 9-47, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-85292008000100001

PANIZZA, A. C.; FONSECA, F. P. Técnicas de interpretação visual de imagens. GEOUSP (Online), n. 30, p. 30-43, 2011. https://doi.org/10.11606/issn.2179-0892.geousp.2011.74230

REIS, D. A.; SILVA, L. F. Análise de dissertações e teses brasileiras de Educação Ambiental: compreensões elaboradas sobre o tema" mudanças climáticas". Ciência & Educação, v. 22, n. 1, p. 145-162, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320160010010

RIBEIRO, S. C.; JACOVINE, L. A. G.; SOARES, C. P. B.; MARTINS, S. V.; SOUZA, A. L.; NARDELLI, A. M. B. Quantificação de biomassa e estimativa de estoque de carbono em uma floresta madura no município de Viçosa, Minas Gerais. R. Árvore, v.33, n.5, p. 917-926, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622009000500014

ROSA, F. S.; TONELLO, K. C.; VALENTE, R. O. A.; LOURENÇO, R. W. Estrutura da paisagem, relevo e hidrografia de uma microbacia como suporte a um programa e pagamento por serviços ambientais relacionados à água. Rev. Ambient. Água, v. 9, n. 3, p. 526-539, 2014. http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.1326

ROSE, S. K.; Ahammad, H.; Eickhout, B.; Fisher, B.; Kurosawa, A.; Rao, S.; Riahi, K.; Vuuren, D. P. V. Land-based mitigation in climate stabilization. Energy Economics, v. 34, p. 365–380, 2012. https://doi.org/10.1016/j.eneco.2011.06.004

ROSSI, M. Mapa pedológico do Estado de São Paulo: revisado e ampliado. São Paulo: Instituto Florestal, 2017. Disponível em: < http://datageo.ambiente.sp.gov.br/>. Acesso em: 02 set. 2017.

SILVA, M. K. A.; ROSA, R. Aquisição de Dados Espaciais e Acesso a Novas Tecnologias para Estudos Hidrometereológicos. Revista Geonorte, v. 3, n. 9, p. 1278-1290, 2016. Disponível em: < http://www.periodicos.ufam.edu.br/index.php/revista-geonorte/issue/view/115>. Acesso em: 18 abr. 2017.

SOUSA JUNIOR, J. G. A.; DEMATTÊ, J. A. M. Modelo Digital de Elevação na Caracterização de Solos Desenvolvidos de Basalto e Material Arenítico. R. Bras. Ci. Solo, v. 32, n.1, p.449-456, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832008000100043

VAEZA, R. F.; OLIVEIRA FILHO, P.C.; DISPERATI, A. M. A. A. Uso e ocupação do solo em bacia hidrográfica urbana a partir de imagens orbitais de alta resolução. Floresta e Ambiente, v. 17, n. 1, p. 23-29, 2010. http://dx.doi.org/10.4322/floram.2011.003

WECKMULLER, R.; SLOVINSCKI, N. C.; SÁNCHEZ VICENS, R. S. Análise Multitemporal como Subsídio à Identificação da Trajetória Evolutiva do Uso e Cobertura da Terra no Corredor Ecológico do Muriqui/RJ. Revista Brasileira de Cartografia, n. 65, p.467-477, 2013. Disponível em: < http://www.seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44799/0>. Acesso em: 20 maio, 2017.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Downloads

Não há dados estatísticos.