Compreendendo critérios de validação de problemas de contagem utilizados por professores da Educação Básica

Main Article Content

Luzia da Costa Tonon Martarelli
Ulisses Dias da Silva

Resumo

Esse artigo analisa as concepções e crenças de professores sobre a validade de diferentes soluções de um problema de contagem. Essa pesquisa se justifica pois: (i) problemas de contagem podem apresentar uma série de soluções que envolvem diferentes formas de pensar; (ii) professores costumam valorizar soluções com base em raciocínios padronizados, muitas vezes considerando inválidas soluções corretas porque não se enquadram nesses modelos e (iii) compreender as concepções e crenças desses professores pode servir para estabelecer estratégias, tanto na formação inicial, quanto continuada, para reconhecer e valorizar raciocínios não-padronizados. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com quatro sujeitos pré-selecionados, que foram analisadas segundo a Análise de Conteúdo, e após sucessivas categorizações, foram identificadas três posturas acerca do ensino de contagem, oriundas das entrevistas: postura sintetizante, dialógica e contraditória. Concluímos que diferentes posturas sobre as validações de soluções se expressam em concepções de ensino de contagem em sala de aula, com implicações para qual forma de ensinar e avaliar matemática será apresentada aos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Martarelli, L. da C. T., & Silva, U. D. da. (2020). Compreendendo critérios de validação de problemas de contagem utilizados por professores da Educação Básica. Ensino Em Re-Vista, 27(Especial), 1542-1564. https://doi.org/10.14393/ER-v27nEa2020-16
Seção
Artigos

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3ª. Lisboa: Edições, v. 70, 2004.

BARUK, S. L'âge du capitaine. De l'erreur en mathématiques. Paris, Le Seuil, 1985.

BIZA, I.; NARDI, E.; ZACHARIADES, T. Competences of mathematics teachers in diagnosing teaching situations and offering feedback to students: Specificity, consistency and reification of pedagogical and mathematical discourses. In: Diagnostic Competence of Mathematics Teachers. Springer, Cham, 2018. p. 55-78.

BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+ Ensino Médio: Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC, 2002.

______. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2019. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/documento/BNCC-APRESENTACAO.pdf>. Acesso em: 08 abr. 2019.

BORBA, R: O raciocínio combinatório na educação básica. In X Encontro Nacional de Educação Matemática, 2010, Salvador. Anais... Salvador: X ENEM, 2010.

BORBA, R.; ROCHA, C. A.; LIMA, A. P. B (2016). Conhecimentos docentes sobre combinatória: reflexões para a prática em sala de aula. In LAURINO, D. P.; RODRIGUES, S. C. (Org) Estudos em Educação em Ciência. Editora da FURG: Rio Grande, 2016. p. 234-252. Disponível em: < http://repositorio.furg.br/handle/1/5939>. Acesso em: 11 dez. 2019.

BORBA, R. E. de S. R.; PESSOA, C. A. dos S.; ROCHA, Cristiane de A. Como estudantes e professores de anos iniciais pensam sobre problemas combinatórios How Primary School students and teachers think about combinatorial problems. Educação Matemática Pesquisa: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, v. 15, n. 4, p. 895-908, 2013.

MORGADO, A.C.; CARVALHO, J.B.P.; CARVALHO, P.C.P.; FERNANDEZ, P. Análise Combinatória e Probabilidade: com as soluções dos exercícios. 9 ed. Editora SBM: Rio de Janeiro, 2006.

ROCHA, C. Formação Docente e o Ensino de problemas combinatórios: diferentes conhecimentos, diversos olhares. 2011. 192 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática e Tecnológica) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

SANTOS, R. H. dos. Uma Abordagem do Ensino da Análise Combinatória sob a Ótica da resolução de Problemas. 2011. 232f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Universidade Cruzeiro do Sul, UCS-SP, São Paulo.

PESSOA, C.; BORBA, R. Quem Dança com quem: o desenvolvimento do raciocínio combinatório de crianças de 1ª a 4ª série. ZETETIKÉ, Campinas, v.17, n.31, p. 105-155, jan/jun, 2009.

PESSOA, C.; BORBA, R. O Desenvolvimento do Raciocínio Combinatório na Escolarização Básica. Em Teia: Revista de Educação Matemática e Tecnológica Iberoamericana, v.1, n.1, 2010. Disponível em: < http://emteia.gente.eti.br/index.php/emteia/article/view/4> Accessado em: 21 set. 2010.