Pensamento crítico e criativo em Matemática em diretrizes curriculares nacionais

Main Article Content

Mateus Gianni Fonseca
Cleyton Hércules Gontijo

Resumo

O rápido progresso científico e tecnológico tem nutrido o estabelecimento de diferentes e inéditas demandas, enquanto o pensamento crítico e criativo vem sendo apontado em diversos trabalhos como importante para a resolução de problemas não triviais – embora haja fragilidade no que se refere à sua conceituação, mesmo em documentos oficiais. Trata-se este artigo de discussão teórica acerca do pensamento crítico e criativo, em particular no campo da matemática, a partir de uma pesquisa documental (Parâmetros Curriculares Nacionais, Base Nacional Comum Curricular e em bases de dados de produção científica). Como desdobramento da pesquisa, um conceito é proposto, juntamente com exemplos que ilustram como estimular o pensamento crítico e criativo em matemática em sala de aula. Espera-se que o mesmo seja útil para fundamentar políticas públicas educacionais, incluindo a construção de currículos escolares, e, por conseguinte, as práticas pedagógicas no campo da matemática em diferentes níveis e modalidades de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Fonseca, M. G., & Gontijo, C. H. (2020). Pensamento crítico e criativo em Matemática em diretrizes curriculares nacionais. Ensino Em Re-Vista, 27(3), 956-978. https://doi.org/10.14393/ER-v27n3a2020-8
Seção
Dossiê Currículos em Educação Matemática II

Referências

AIKEN, L. R. Ability and creativity in matheatics. Review of Educational Research. Washington, v. 43, n. 4, p. 405-432, 1973.

BRASIL, LDB. Lei 9394/96 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. 1996. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm >. Acesso em 10 out. 2019.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio, Parte III – Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. 2000. Disponível em: . Acesso em 7 set. 2015.

FIRDAUS, I. K.; KAILANI, I.; BAKAR, MD. N. B.; BAKRY. Developing critical thinking skills of students in mathematics learning. Journal of Education and Learning, v. 9 (3) p. 226-236.

FONSECA, M. G.. Construção e Validação de Instrumento de Medida de Criatividade no Campo da Matemática para Estudantes Concluintes da Educação Básica. 2015. 104 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, Brasília.

FONSECA, M. G.; GONTIJO, C. H.; ZANETTI, M. D. T. Estimulando o pensamento crítico e criativo em matemática a partir da ‘Forca Numérica’ e o Princípio Fundamental da Contagem. Coinspiração – Revista de Professores que Ensinam Matemática, v. 1, p. 241, 2018.

FONSECA, M. G.; GONTIJO, C. H.; ZANETTI, M. D. T; CARVALHO, A. T. Improving mathematical motivation from mathematical creativity workshops. In: 11th Proceedings of International Conference on Mathematical Creativity and Giftedness, 2019, p. 144-149.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª Ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GONTIJO, Cleyton. Hércules. Criatividade em matemática: identificação e promoção de talentos criativos. Revista Educação, Santa Maria, v. 32, p. 481-494, 2007a.

GONTIJO, Cleyton Hércules. Relações entre Criatividade, Criatividade em Matemática e Motivação em Matemática de Alunos do Ensino Médio. 2007. 194f. Tese (Doutorado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, Brasília/DF, 2007b.

GONTIJO, Cleyton. Hércules. Técnicas de criatividade para estimular o pensamento matemático. Educação e Matemática, Lisboa, v. 135, p. 16-20, 2015.

GONTIJO, Cleyton Hércules; SILVA, Erondina Barbosa; CARVALHO, Rosália Policarpo Fagundes de. A criatividade e as situações didáticas no ensino e aprendizagem da matemática. Linhas Críticas, Brasília, v. 18, p. 29-46, 2012.

GONTIJO, Cleyton Hércules; FONSECA, Mateus Gianni; ZANETTI, Matheus Delaine Teixeira. Creative and critical thinking in mathematics: a workshop for teachers. In: 11th International Mathematical Creativity and Giftedness Conference (MCG11), 2019, Hamburg. Including the Highly Gifted and Creative Students: Current Ideas and Future Directions. Hamburg: Universität Hamburg, 2019. v. 1. p. 158-162.

HAYLOCK, D. W. The methods of fostering creativity through mathematical problem solving. ZDM Mathematics Education. Germany, 1997.

KANHAI, A.; SINGH, B. Some environmental and attitudinal characteristics as predictors of mathematical creativity. International Journal of Mathematical Education in Science and Technology. United States, v. 48, n. 3, p. 327-337, 2017.

LEIKIN, R.; PANTAZI, D. P. Creativity and mathematics education: The state of the art. ZDM Mathematics Education. Germany, v. 45, p. 159-166, 2013.
P21 – Partnership for 21st Century Learning. Framework for 21st Century Learning, 2016. Disponível em < http://www.p21.org/storage/documents/docs/P21_framework_0816.pdf >. Acesso em 8 mai. 2017.

LIPMAN, Matthew. Thinking in education. UK: Cambridge University Press, 2003.

SOUZA, J. C. S. de; GONTIJO, C. H.; FONSECA, M. G. Resolução de problemas em matemática: colocando o pensamento crítico em ação. In: Regina da Silva Pina Neves; Raquel Carneiro Dörr (Orgs.). Formação de Professores de Matemática. 1ª ed. Curitica- PR: Appris Editora, 2019 p. 159.