O ensino das leis de Newton a partir das concepções prévias dos alunos e de mapas conceituais

Main Article Content

Jonas Cegelka da Silva
Sandra Elisabet Bazana Nonenmacher

Resumo

O ensino da física ocorre, muitas vezes, de forma desarticulada da realidade vivida pelos alunos. Além disso, o conhecimento prévio dos mesmos é desconsiderado nas práticas pedagógicas. Nesse sentido, o trabalho em tela foi estruturado tendo as ideias prévias dos alunos como ponto de partida no estudo das leis de Newton, no primeiro ano do ensino médio. Buscando indícios de que a aprendizagem ocorreu de forma significativa, suas concepções prévias foram comparadas com o mapa conceitual que os mesmos elaboraram ao final da instrução. Disso, foi possível perceber a evolução conceitual dos mesmos, embora, ainda, outras ferramentas sejam importantes e necessárias para verificar indícios da aprendizagem dos conceitos desenvolvidos.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Silva, J. C. da, & Nonenmacher, S. E. B. (2018). O ensino das leis de Newton a partir das concepções prévias dos alunos e de mapas conceituais . Ensino Em Re-Vista, 25(2), 431-451. https://doi.org/10.14393/ER-v25n2a2018-9
Seção
Dossiê- Pesquisa em Educação em Ciências e Matemática nos contextos escolares

Referências

AUSUBEL, David Paul. Aquisição e retenção de conhecimentos: uma perspectiva cognitiva. 1. ed. Editora Plátano: Portugal, 2003.

BACCON, Lucilene. Força como interação: uma proposta de ensino fundamentada na teoria da aprendizagem significativa. 2010. 116f. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Matemática) –Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

CARVALHO, Anna Maria Pessoa; SASSERON, Lúcia Helena. Ensino de física por investigação: referencial teórico e as pesquisas sobre as sequências de ensino investigativas. Ensino Em Re-Vista, v.22, n.2, p. 249-266, 2015.

FACCHINELLO, Carla Simone; MOREIRA, Marco Antônio. Uma alternativa para o ensino da dinâmica no ensino médio a partir da resolução qualitativa de problemas.Textos de apoio ao professor de física. Porto Alegre: UFRGS, 2008, v.19, nº 6.

MOREIRA, Marco Antonio. ¿Al final, qué es aprendizaje significativo? Revista Qurriculum, vol. 25, 2012, p. 29-56.

MOREIRA, Marco Antonio. Aprendizagem significativa em mapas conceituais. Porto Alegre: UFRGS, Instituto de Física, 2013.
Disponível em . Acesso em 08 de janeiro de 2018.

MOREIRA, Marco Antonio. Mapas conceituais, diagramas V, organizadores prévios, negociação de significados e unidades de ensino potencialmente significativas. Subsídios didáticos para o professor pesquisador em ensino de ciências. Porto Alegre, 2016. Disponível em < https://www.if.ufrgs.br/~moreira/Subsidios3.pdf>. Acesso em 06 de janeiro de 2017.

MOREIRA, Marco Antonio. Teorias de Aprendizagem. São Paulo: EPU, 1999.

MOREIRA, Marco Antonio. MASINI, Elcie Aparecida Fortes Salzano. Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

NOVAK, Joseph Donald.Apreender, criar e utilizar o conhecimento. Lisboa: Plátano, 2000.

NOVAK, Joseph Donald. Learning, creating, and using knowledge: concept maps as facilitative tools in schools and corporations. Journal of e-Learning and Knowledge Society, v. 6, n. 3, 2010, p. 21 –30.

NOVAK, Joseph Donald; CAÑAS, Alberto J. A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, v.5, n.1, p. 9-29, 2010.

NOVAK, Joseph Donald; GOWIN, D. Bob. Aprender a aprender. Lisboa: Plátano, 1995.

POZO, Juan Ignacio; CRESPO, Miguel Ángel Gómez. A aprendizagem e o ensino de ciências: do conhecimento cotidiano ao conhecimento científico. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

RUIZ-MORENO, Lidia et al. Mapa Conceitual: ensaiando critérios de análise. Ciência & Educação, Bauru, v. 13, n. 3, p. 453-463, 2007.

SOLINO, Ana Paula; FERRAZ, Arthur Tadeu; SASSERON, Lúcia Helena. Ensino por investigação como abordagem didática: desenvolvimento de práticas científicas escolares. In: XXI Simpósio Nacional de Ensino de Física –enfrentamentos do ensino de física na sociedade contemporânea. Uberlândia: UFU, 2015.

TEIXEIRA, Adla Betsaida Martins; FREITAS, Marcel de Almeida. Dez em ciência ou dez no popozão? Um necessariamente exclui o outro? In: MOURA, Maria Aparecida (Org.). Educação científica e cidadania: abordagens teóricas e metodológicas para a formação de pesquisadores juvenis. Belo Horizonte: UFMG, 2012.

YOUNG, Hugh D.; FREEDMAN, Roger A. Física I: mecânica. 12. ed. São Paulo: Addison Wesley, 2008.