Conhecimento social: o caso do pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito

Main Article Content

Iarê Sandra Cooper
Tania Stoltz

Resumo

Trata-se de extrato de pesquisa de mestrado relacionada à construção do conhecimento social. Objetiva-se analisar as representações de adultos jovens, usuários de cartão de crédito, quanto à forma de pagamento das faturas, mais precisamente, em relação à possibilidade de pagamento mínimo do valor da fatura. Participaram do estudo vinte adultos jovens usuários de cartão de crédito. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais cujo roteiro foi elaborado a partir do método clínico de Piaget. A análise dos dados originou dez categorias descritivas do pensamento dos participantes. Neste, enfatiza-se as representações dos participantes sobre as formas de pagamento das faturas. A análise dos dados demonstra que os participantes apresentam conhecimento elementar em relação a esses aspectos e aos demais relacionados ao uso do cartão de crédito. Ressalta-se a importância da compreensão dos processos envolvidos na utilização de cartão crédito, uma vez que o seu mau uso pode resultar em sobre-endividamento, comprometendo a qualidade de vida dos sujeitos.


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Cooper, I. S., & Stoltz, T. (2018). Conhecimento social: o caso do pagamento mínimo da fatura do cartão de crédito . Ensino Em Re-Vista, 25(1), 82-106. https://doi.org/10.14393/ER-v25n1a2018-04
Seção
Dossiê O conhecimento social na perspectiva piagetiana

Referências

AMAR, J.; ABELLO, R.; DENEGRI, M.; LLANOS, M. La comprensióndel funcionamiento bancario en la adolescencia ¿Crónica de un sobreendeudamiento anunciado? Psicologia desde el Caribe,Universidad del Norte, Barranquilla, Colombia, n.8, Jul-Dic,p. 94-109, 2001.

AMAR, J.; ABELLO, R.; DENEGRI, M.; LLANOS, M. Análisis delas representaciones acerca de la economía en jóvenes universitarios del Caribe colombiano. Investigación y desarrollo,v. 1, n. 14, p. 152-173, 2006.

ARAÚJO, R. M. B. O pensamento econômico das crianças: para iniciar o debate. Revista Tecer,Belo Horizonte, v. 3, n. 5, nov.,2010.
Disponível em: . Acessoem: 28 de Março de 2016.

BERTI, A. Fifth graders' ideas on bank functions and interest before and after a lesson on banking.European Journal of Psychology of Education,v. 8, p. 183-193, 1993.

BERTI, A.; BOMBI, A. S.The child’s construction of economics. Traduçãoinglesa de G. Duveen. Cambridge: Cambrigde University Press, 1998.

______.; BOMBI, A. S.; DE BENI, R. Acquiring economic notions: profit. International.Journal of Behavioral Development, v. 9, p. 15-29, 1986.

CASTORINA, J. Construcción conceptual y representaciones sociales: el conocimiento de la sociedad. Buenos Aires: Editorial Miño y Dávila, 2005.

CASTORINA, J.; LENZI, A. M. (orgs.) La formación de los conocimientos sociales en los niños: Investigaciones psicológicas y perspectivas educativas. Barcelona. EditorialGedisa, 2000.

COOPER, I. S. Cartão de crédito: salvação ou perdição? As representações de adultos jovens sobre instituições financeiras e utilização de cartão de crédito.268f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Paraná, UFPR, Curitiba, 2012.

DANIS, C.; SOLAR, C. Aprendizagem e desenvolvimento dos adultos.Tradução de Joana Chaves. Lisboa: Instituto Piaget. 2001.

DELVAL, J. Introdução à prática do Método clínico: descobrindo o pensamento das crianças.Tradução de Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed, 2002.

______. Aspectos de la construcción del conocimiento sobre la sociedad. Revista IIPSI, Madrid, v. 10, n. 1,p. 9-48, 2007.

DELVAL, J.; PADILLA, M. El desarrollo del conocimiento sobre la sociedad. In.: LÓPEZ, F.; ETXEBARRÍA, I.; FUENTES, M. J.; ORTIZ, M. J. (Coord.). Desarrollo afectivo y social. Madrid: Pirámide, 1999b.

DONADIO,R.; CAMPANARIO, M. A.; RANGEL, A. S. O papel da alfabetização financeira e do cartão de crédito no endividamento dos consumidores brasileiros. REMark - Revista Brasileira de Marketing, São Paulo, v. 11, n. 1, p. 75-93, jan./abril, 2012. Disponível em: . Acesso em: 29 de Março de 2016.

FURNHAM, A. Parental attitudes towards pocket money/allowances for children.Journal of Economic Psychology,v. 22,p. 397-329, 1990.

FURNHAM, A.; CLEARE, A. School children’s conceptions of economics: Prices, wages, investments, and strikes. Journal of Economic Psychology, v.9, p. 467-479, 1988.

FURTH, H. G. The world of grown-ups:Children’s conceptions of society.New York: Elsevier, 1980.

GANUZA, F. B. La construcción de nocionessociales. Revista Psicodidáctica,Universidaddel País Vasco Vitoria-Gazteis, España, n. 9, 1999. Disponível em:. Acesso em: 6 de Abril de 2016.

INHELDER, B.; PIAGET, J. Da lógica da criança à lógica do adolescente:ensaio sobre a construção das estruturas operatórias formais. Tradução de Dante Moreira Leite. São Paulo: Pioneira, 1976. (Ed. original. 1955).

INHELDER, B.; BOVET, M.; SINCLAIR, H. Aprendizagem e estruturas do conhecimento. São Paulo: Saraiva, 1974/1977.

JAHODA, G. The developmentofthinkingabouteconomicinstitutions: thebank. Cahiers de Psychologie, v. 1, p. 55-73, 1981.

______. The developmentofthinkingaboutsocio-economic systems. In: TAJFEL, H. (ed.) The social dimension. Cambridge: Cambridge University Press, v. 1, 1984.p. 69-88KESSELRING, T. Jean Piaget.Educs: Caxias do Sul, 2008.

LAUER-LEITE, I. D.; MAGALHÃES, C. M. C.; LORDELO, E. R.;LELIS, I. L.Socialização econômica: conhecendo o mundo econômico das crianças.Estudos de Psicologia,v. 2, n. 15, Mai.-Ago., 2010. Disponível em: www.scielo.br/epsic. Acesso em: 28 de Março de 2016.

OTHMAN, Z.A.S.; STOLTZ, T. Compra uma bala aí, tio? A noção de lucro como eixo central para a compreensão do mundo econômico-social. Curitiba: Appris, 2017.

PAPALIA, D. E.; OLDS, S. W.; FELDMAN, R. D. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artmed, 2006.

PARRAT-DAYAN, S. A discussão como ferramenta para o processo de socialização e para a construção do pensamento. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 45. p. 13-23, 2007. Disponível em: . Acesso em 17 de Novembro de 2015.

PIAGET, J. Psicologia da Inteligência.Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1958. (Ed. orig. 1947).

______. Developmentand learning Journal of Research in Science Teaching, New York, v. 2, n. 3, p. 176-186, 1964.

______. Intellectual Evolution from Adolescence to Adult hood. Human Development, Genève, Univ. de Genève, n.15, p. 1-12, 1972.

______. A formação do símbolo na criança–Imitação, jogo e sonho, imagem e representação. 2 ed. Tradução de Álvaro Cabral e Cristiano M. Oiticica. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1975. (Ed. orig. 1946).

______. O julgamento moral na criança. Tradução de Elzon Lenardon. São Paulo: Mestre Jou, 1977a. (Ed. orig. 1932).

______. A Tomada de consciência.Tradução de Edson Braga de Souza. São Paulo: Melhoramentos, Ed. USP, 1977.

______. Fazer e compreender.Tradução de Christina Larroudé de Paula Leite. São Paulo: Melhoramentos, Ed. USP, 1978.

______. O raciocínio na criança.2 ed. Tradução de Valerie Rumjanek Chaves. Rio de Janeiro: Record,1978. (Ed. orig. 1924).

______. A representação do mundo na criança. Tradução de Rubens Fiúza. Rio de Janeiro. Ed. Record. 1979 (Ed. orig. 1926).

______. O nascimento da inteligência na criança.4 ed. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: LTC Editora, 1987. (Ed. orig. 1936).

PIAGET, J.; INHELDER, B. A psicologia da criança. Tradução de Octavio Mendes Cajado. Rio de Janeiro: DIFEL, 2009. (Ed. Orig.1968).

STRAUSS, A. L. The development and transformation of monetary meanings in the child.American Sociological Review,v. 17, p. 275-286, 1952.

______. The development of conceptions of rules in children.Child Development,v. 25, n. 3, p. 193-208, 1954.

STRAUSS, A.L.; SCHUESSLER, K. Socialization, logical reasoning, and concept development in the child. American Sociological Review,v. 16, p. 514-523,1951.

STOLTZ, T.; COSTA, R. R. S.; PIECZARKA T.; OTHMAN, Z. A. S., COOPER, I.; D ́AROZ, M. S. Revista Eletrônica Científica Inovação e Tecnologia,v. 1, n. 9, p. 01-15, 2014.

STOLTZ, T.; PARRAT-DAYAN, S. Educação e incluso social: uma leitura possível a partir de Piaget. In: GUERIOS, E; STOLTZ, S. (Org.). Educação, Inclusão e Exclusão Social:contribuições para o debate. Curitiba: Aos Quatro Ventos, v. 1, 2007.p. 95-104.

VELUDO-DE-OLIVEIRA T. M.; IKEDA, A. A.; SANTOS, R. C. Compra compulsiva e a influência do cartão de crédito. Mercadologia.v. 44, n. 3, Jul-Set, 2004. Disponível em: . Acessoem: 31 de Maio de 2013.

ZERRENER, S. A. Estudo sobre as razões para o endividamento da população de baixa renda. Dissertação (Mestrado em Ciências Administrativas), Universidade Estadual de São Paulo–USP, São Paulo, 2007.