Os sobrenomes dos alunos do IFRS campus Bento Gonçalves: um estudo onomástico

Kleber Eckert

Resumo


O presente artigo propõe-se a fazer um estudo antroponímico a partir dos sobrenomes do corpo discente do IFRS campus Bento Gonçalves. Para tanto, fez-se um levantamento dos 20 sobrenomes que ocorrem com mais frequência, os quais foram divididos por origem étnica e analisados histórica e etimologicamente, levando-se em conta também os usos desses sobrenomes no Rio Grande do Sul e no Brasil. Além de discutir questões inerentes à onomástica e, dentre dela, a antroponímia, chegou-se à conclusão de que existe uma estreita relação entre os sobrenomes dos alunos matriculados no campus e a região onde ele está localizado, sobretudo quanto à origem étnico-linguística desses sobrenomes. 


Palavras-chave


onomástica; antroponímia; sobrenomes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14393/DL21-v10n1a2016-3

Direitos autorais 2016 Kleber Eckert

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 1980-5799.


Associada às seguintes bases de dados e diretórios: EBSCO, MLA, Latindex, DOAJDiadorim, Sumários.org, JournalSeek, WorldCat, Periódicos CAPES, BASE, CIRC, ERIPlus, EZ3, Google Acadêmico e Livre.

Revista Qualis B1, área de Letras e Linguística, quadriênio 2013/16.

 

Associação Brasileira de Editores Científicos – ABECLogotipo do Crossref