On “becoming-aware” as a key component to teachers’ professional development

Main Article Content

Erika Germanos
Andrea Maturano Longarezi

Resumo

Os programas de formação de professores em serviço geralmente são entendidos em termos de mudanças incrementais para melhorar o que já estão fazendo. Essa abordagem para o desenvolvimento profissional está relacionada apenas à aquisição de novos conhecimentos e / ou novas técnicas para melhorar continuamente a prática de ensino, em vez de uma reorganização substancial da consciência sobre os modos de ensinar. O objetivo deste artigo é contribuir para teorizar o movimento de transformação dos professores, não apenas fazendo uma distinção clara entre aprendizado e desenvolvimento, mas também mostrando como os dois processos são diferentes, mas estão interconectados, permitindo que o último surja imprevisivelmente, a partir do primeiro. O texto aborda como as contradições desempenham um papel importante nesse processo, ou seja, nas mudanças que ocorrem nas práticas dos professores, aumentando a conscientização dos professores em relação à sua maneira de ensinar, gerando transformações em sua práxis. Como desfecho apresentamos o ambiente como um fator de influência que afeta junto com outros fatores, como o nível de compreensão das suas próprias práticas, o estágio do desenvolvimento atual do indivíduo e sua percepção do que acontece no ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Germanos, E., & Longarezi, A. M. (2019). On “becoming-aware” as a key component to teachers’ professional development. Obutchénie: Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 3(3), 1-11. https://doi.org/10.14393/OBv3n3.a2019-52097
Seção
Varia/Varies

Referências

BRZEZINSKI, I. Sujeitos sociais coletivos e a política de formação inicial e continuada emergencial de professores: contradições vs. conciliações. Educação & Sociedade, Campinas, v. 35, n. 129, p. 1241-1259, out./dez. 2014. https://doi.org/10.1590/es0101-73302014146309

DO CARMO ZANOTTO, Maria Angélica; DE ROSE, Tânia Maria Santana. Problematizar a própria realidade: análise de uma experiência de formação contínua. Educ. pesq, 2014. https://doi.org/10.1590/s1517-97022003000100004

FORTE, A. M.; FLORES, M. A. Enhancing teacher professional development and collaboration at school. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 147, p. 900-919, dez. 2012.

GATTI, B. A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out/dez. 2010. https://doi.org/10.1590/s0101-73302010000400016

GATTI, B. A. A construção da pesquisa em Educação no Brasil. Brasília: Plano, 2011.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. de S.; ANDRÉ́, M. E. D. de A. Políticas Docentes no Brasil. Estado da Arte. Brasil: Unesco, 2011.

GERMANOS, E. Contradições como força de mudança: o processo de formação continuada de professores do ensino médio enquanto potencializador da práxis transformadora à luz da teoria histórico-cultural. 2016. 330 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016. https://doi.org/10.14393/ufu.di.2017.16

GUSKEY, T. R. Professional development and teacher change. Teachers and Teaching: theory and practice, 8(3), 381–391, United Kingdom: Routledge, 2002. https://doi.org/10.1080/135406002100000512

HARGREAVES, A. Four ages of professionalism and professional learning. Teachers and teaching: theory and practice, 6(2), 151–182, United Kingdom: Routledge, 2000. https://doi.org/10.1080/713698714

HOLZKAMP, K. Grundlegung der Psychologie. Frankfurt/M.: Campus, 1983.

JÓHANNSDÓTTIR, Þ.; ROTH, W.M. Experiencing (pereživanie) as developmental category: Learning from a fisherman who is becoming (as) a teacher-in-a-village-school. Outlines: Critical Practice Studies, 15, p. 54–78. Denmark, 2014.

LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte, 1978.

LEWIS, E. B.; BAKER, D. R.; HELDING, B. A. Science teaching reform through professional development: teachers use of a scientific classroom discourse community model. Science Education 99 (5), 896-931 USA: Wiley Periodicals, 2015. Disponível em: Acesso em: 19/10/2015. https://doi.org/10.1002/sce.21170

MASSABNI, V. G. Os conflitos de licenciandos e o desenvolvimento profissional docente. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 4, p. 793-808, dez. 2011. https://doi.org/10.1590/s1517-97022011000400008

MITCHELL, R. What is professional development, how does it occur in individuals, and how may it be used by educational leaders and managers for the purpose of school improvement?. Professional development in education, 39(3), p. 387-40. United Kingdom: Routledge 2013. https://doi.org/10.1080/19415257.2012.762721

PIMENTA, S. G.; ALMEIDA, M. I. (Org.). Estágios Supervisionados na Formação Docente. São Paulo: Cortez, 2014.

ROTH, W. M. From environmental determination to cultural-historical mediation: Toward biological plausible social theories. Cybernetics & Human Knowing, 10 (2), p. 8-28. United Kingdom: Imprint Academic, 2003.

ROTH, W. M. Klaus Holzkamp in the Americas: A personal account. Journal fuer Psychologie, 16 (2). Germany: Vandenhoeck und Ruprecht, 2008.

ROTH, W. M. Cultural-historical activity theory: Toward a social psychology from first principles. History and Philosophy of Psychology Bulletin, 21 (1), 8-22. Canada, 2009.

ROTH, W. M.; JORNET, A. Towards a theory of experience. Science Education, 98, p. 106–126, USA: Wiley Periodicals, 2014.

ROTH, W. M. Concrete human psychology. New York: Routledge, 2016.

SCARINCI, A. L.; PACCA, J. L. A. O planejamento do ensino em um programa de desenvolvimento profissional docente. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 31, n. 2, p. 253-279, abr./jun. 2015. Disponível em . Acesso em: 26 abr. 2016. https://doi.org/10.1590/0102-4698120707

SCHÖN, D. A. The reflective practitioner: How professionals think in action (Vol. 5126). New York: Basic Books, 1983.

TOASSA, G. Conceito de consciência em Vigotski. Psicologia USP, 17 (2), p. 59-83. São Paulo: USP, 2006. https://doi.org/10.1590/s0103-65642006000200004

URZETTA, F. C.; CUNHA, A. M. O. Analysis of a collaborative continuing teacher education proposal in science for the professional development of teachers. Ciência & Educação, Bauru, v. 19, n. 4, p. 841-858, out./dez. 2013.

VYGOTSKIJ, L. S.. Myšlenie i reč’ [Thinking and speaking]. In Psyxhologija razvitija čeloveka. Moscow, Russia: Eksmo, 1934.

VYGOTSKY, L. S. The problem of the environment. In VEER, R.; VALSINER, J. (Eds.), The Vygotsky reader, p. 338-354. Oxford: Basil Blackwell, 1994.

VYGOTSKY, L. S. The collected works vol. 4: The History of the Development of the Higher Mental Functions. New York, NY: Springer, 1997.

VYGOTSKIJ, L. S.. Psixhologija razvitija čeloveka [Psychology of human development]. Moscow, Russia: Eksmo, 2005.

WITTERHOLT, M., GOEDHART, M., SUHRE, C., & VAN STREUN, A. (2012). The Interconnected Model of Professional Growth as a means to assess the development of a mathematics teacher. Teaching and Teacher Education, 28(5), 661-674. https://doi.org/10.1016/j.tate.2012.01.003