A noção de sujeito na concepção da Aprendizagem Desenvolvimental: uma aproximação inicial à Teoria da Subjetividade

Main Article Content

Roberto Valdés Puentes

Resumo

A concepção de Aprendizagem Desenvolvimental concebida, na ex-União Soviética, a partir da segunda metade da década de 1950, com base nas teses fundamentais de L. S. Vigotski sobre a relação recíproca entre aprendizagem e desenvolvimento, elaborou uma teoria da atividade de estudo que tem como foco o processo de autotransformação do sujeito da atividade, pela via da modificação da atividade externa em atividade subjetiva. O artigo aborda, em primeiro lugar, os diferentes conceitos de sujeito que emergiram no interior dessa teoria (da cognição, das necessidades e motivos, individual e coletivo, da emoção e sujeito como fonte), em especial, a partir do estudo dos aportes de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Em segundo, avalia o conteúdo dos conceitos com base em referencias teóricos pertinentes e a partir de uma aproximação inicial com a Teoria da Subjetividade de González Rey. As análises comprovaram que, mesmo quando a obra dos autores pesquisados aponta no sentido do desenvolvimento de uma concepção de aprendizagem centrada na constituição subjetiva das crianças, a noção de sujeito, bem como de desenvolvimento psíquico e subjetivo, não correspondem à concepção de subjetividade e ao mais recente conceito de sujeito da Teoria da Subjetividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Article Details

Como Citar
Puentes, R. V. (2019). A noção de sujeito na concepção da Aprendizagem Desenvolvimental: uma aproximação inicial à Teoria da Subjetividade. Obutchénie: Revista De Didática E Psicologia Pedagógica, 3(1), 58-87. https://doi.org/10.14393/OBv3n1.a2019-50575
Seção
Dossiê Desdobramentos da Teoria da Subjetividade no campo da educação

Referências

BERTSFAI, L. V.; ZAKHAROVA, A. V. Avaliação da pesquisa como um componente da atividade de estudo das crianças das séries iniciais do nível fundamental. In: Estudos de capacidades intelectuais e atividades educacionais de estudantes mais jovens. Yerevan, 1975.

BOZHOVICH, L. I.; MOROSOVA, N. G.; SLAVINA, L. S. Психологический анализ значения отметки как мотива учебной деятельности (Análise psicológica da importância da nota como motivo de atividade de estudo). Notícias da ACP da URSS, Moscou, ed. 36, 1951.

DAVIDOV, V. V.; VARDANYAN, A. U. Atividade de estudo e modelagem. Yerevan: Luys, 1981, 218p. Disponível em http://elib.gnpbu.ru/text/davydov-vardanyan_uchebnaya-deyatelnost-i-modelirovanie_1981/

DAVIDOV, V. V. Atividade de Estudo e Aprendizagem Desenvolvimental. (1996). In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C.G.C; AMORIM, P.A.P. (Orgs.). Teoria da Atividade de Estudo: contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019, p. 249-266.

DAVIDOV, V. V. Atividade de Estudo: situação atual e problemas de pesquisa. (1991). In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C.G.C; AMORIM, P.A.P. (Orgs.). Teoria da Atividade de Estudo: contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019, 235-248.

DAVIDOV, V.V. Tipos de generalização na aprendizagem (base lógica e psicológica para a construção do sujeito). Tese. Candidato a Doutor em Ciências Psicológicas, Moscou, 1970, 271p.

DAVIDOV, V. V.; MÁRKOVA, A. K. O conceito da atividade de estudo dos escolares. Questões de Psicologia, Moscou, no. 6, p. 13-26, 1981.

DAVIDOV, V. V.; MÁRKOVA, A. K. O conceito da Atividade de Estudo dos alunos (1981). In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C. G. V.; AMORIM, P. A. P. (Orgs.). Teoria da Atividade de Estudo: contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019, p. 191-214.

DUSAVITSKY, A. K. A estrutura das necessidades da atividade de estudo. In: Problemas de formação de necessidades sociogênicas. Tbilisi, 1981 p. 167-171.

DUSAVITSKY, A. K. A relação entre os conceitos de sujeito individual e coletivo. Ciência e Educação Psicológica, n. 2, p. 5-13, 2001.

ELKONIN, D. B. Sobre o problema da periodização do desenvolvimento psíquico na infância (1971). In: In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Orgs.). Ensino desenvolvimental. Antologia. Livro 1. Uberlândia: Edufu, 2017, p. 149-172.

ELKONIN, D. B. Atividade de Estudo: importância na vida do estudante. In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C. G. C.; AMORIM, P. A. P. (Orgs.). Teoria da atividade de estudo: contribuições de B. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlandia: Edufu, 2019, p. 145-148.

ELKONIN, D. B. Atividade de Estudo: sua estrutura e formação. In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C. G. C.; AMORIM, P. A. P. (Orgs.). Teoria da atividade de estudo: contribuições de B. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019, p. 159-170.

ELKONIN, D. B. Questões psicológicas relativas à formação da Atividade de Estudo nas séries iniciais do nível fundamental. In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C. G. C.; AMORIM, P. A. P. (Orgs.). Teoria da atividade de estudo: contribuições de B. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019, p. 141-144..

ELKONIN, D. B.; DAVIDOV, V. V. (Ed). Вопросы психологии учебной деятельности младших школьников (Questões psicológicas da atividade de estudo dos escolares pequenos). Moscou: Educação, 1962.

GALPERIN, P. Ya. La formación de los conceptos y las acciones mentales (1959). In: Rojas, Luis Quintanar; Solovieva, Yulia. Las funciones psicológicas en el desarrollo del niño. México: Trillas, 2011, p. 80-90.

GONZÁLEZ REY, F. El pensamiento de Vigotsky: contradicciones, desdoblamientos y desarrollo. México: Editorial Trillas, 2011.

GONZÁLEZ REY, F. L. As categorias de sentido, sentido pessoal e sentido subjetivo: sua evolução e diferenciação na teoria histórico-cultural. Psic. da Ed., São Paulo, 24, p. 155-179, 1º sem. de 2007.

GONZÁLEZ REY, F. L. Subjetividade: teoria, epistemologia e método. Campinas: Alínea, 2017.

GONZÁLEZ REY, F. L. Sujeito e subjetividade: uma aproximação histórico-cultural. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

GONZÁLEZ REY, F. L. Observações (Comunicação pessoal por e-mail com os autores). 2 de junho de 2017.

GONZÁLEZ REY, F.; MITJÁNS MARTÍNEZ, A. Subjetividade: teoría, epistemología e método. Campinas: Alínea, 2017.

GONZÁLEZ REY, F.; MITJÁNS MARTÍNEZ, A. El desarrollo de la subjetividad: una alternativa frente a las teorías del desarrollo psíquico. Papeles de Trabajo sobre Cultura, Educación y Desarrollo Humano, 13(2), 3-20, 2017. Disponível em , acesso em 24/07/2019.

LEKTORSKY, V. A. Sujeito, objeto, cognição. Moscou: Nauka, 1981.

LEONTIEV, A. N. Actividad, conciencia y personalidad. Buenos Aires: Ediciones Ciencias del Hombre, 1978.

LEONTIEV, A. N. Actividad. Conciencia. Personalidad. (1975). La Habana: Editorial Pueblo y Educación, 1980.

LEONTIEV, A. N. Atividade e personalidade. Questões de Filosofia, Moscou, n. 4, p. 87-97, 1974.

LEONTIEV, A. N. К вопросу о сознательности учения (Os problemas da aprendizagem consciente, 1944).

LEONTIEV, A. N. Bопросу о сознательности учения (Problemas da aprendizagem consciente). In: LEONTIEV, A. N. Психологические вопросы сознательности учения (Problemas psicológicos da aprendizagem consciente). Moscou: Известия. АПН РСФСР, 1947, Вып. 7, p. 16-38.

LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. Fundamentos psicológico-didáticos para um ensino na perspectiva histórico-cultural: a unidade dialética obutchénie-desenvolvimento. In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Orgs.). Fundamentos psicológicos e didáticos do ensino desenvolvimental. 1ed.Uberlândia: Edufu, 2017, v. 5, p. 7-15

MÁRKOVA, A. K.; MATHIS, T. A.; ORLOV, A. B. Formação da motivação para a aprendizagem. Moscou: Prosveshchenie, 1983, 192p.

MASHBITS, E. I. Problemas psicológicos e pedagógicos da informatização da aprendizagem. Moscou: Pedagogia, 1988, 192p.

MITJÁNS MARTÍNEZ, A.; GONZÁLEZ REY, F. L. Psicologia, educação e aprendizagem escolar: avançando na construção da leitura cultural-histórica. São Paulo: Cortez Editora, 2017.

PUENTES, R. V. Didática desenvolvimental da atividade: o sistema Elkonin-Davidov (1958-2015). Obutchénie, Uberlândia, v. 1, n. 1, jan./abr., p. 20-58, 2017. Disponível em http://www.seer.ufu.br/index.php/Obutchenie/article/view/38113

PUENTES, R. V. Teoria da atividade de estudo: estado da arte das pesquisas russas e ucranianas (1958-2018). In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C.G.C; AMORIM, P.A.P. (Orgs.). Teoria da Atividade de Estudo: contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019a, p. 83-140.

PUENTES, R. V. Uma nova abordagem da aprendizagem desenvolvimental. Educação, Santa Maria, v. 44, 2019b. Disponível em https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/37312/pdf, acesso em 18/06/2019.

PUENTES, R. V. Teoria da atividade de estudo: etapas no seu desenvolvimento. Revista Educação Pública, Mato Grosso (aprovado para sair em 2020).

PUENTES, R. V.; LONGAREZI, A. M. A didática desenvolvimental: seu campo conceitual na tradição da psicologia histórico-cultural da atividade. In: LONGAREZI, Andréa Maturano; PUENTES, R.V. (Org.). Fundamentos psicológicos e didáticos do ensino desenvolvimental. 1ed. Uberlândia: Edufu, 2017a, v. 5, p. 187-224.

PUENTES, R. V.; LONGAREZI, A. M. Didática desenvolvimental: sessenta anos de tradição teórica, epistemológica e metodológica. Obutchénie, Uberlândia, v. 1, n. 1, p. 9-19, Jan./abr., 2017b.

REPKIN, V. V. Aprendizagem Desenvolvimental e Atividade de Estudo. In: PUENTES, R. V.; CARDOSO, C.G.C; AMORIM, P.A.P. (Orgs.). Teoria da Atividade de Estudo: contribuições de D. B. Elkonin, V. V. Davidov e V. V. Repkin. Curitiba: CRV; Uberlândia: Edufu, 2019, p. 365-406.

REPKIN, V. V. Formação da atividade de estudo nos estudantes das séries iniciais do nível fundamental. Вестни, Universidade de Khorkov, Série Psicológica, n. 171, p. 4049, 1978.

REPKIN, V. V., REPKINA, N. V. Aprendizagem desenvolvimental: teoria e prática. Tomsk: Peleng, 1997, 288p.

REPKIN, V. V.; DOROKHINA, V. T. O processo de aceitação da tarefa na atividade de estudo. In: Teoria dos problemas e métodos para sua solução. Kiev, 1973.

REPKIN, V. V.; DOROKHINA, V. T. O processo de aceitação da tarefa na atividade de estudo. In: Teoria dos problemas e métodos para sua solução. Kiev, 1973.

REPKIN, V. V.; REPKINA, N. V. O modelo teórico do ensino desenvolvimental. In: PUENTES, R.V.; LONGAREZI, A.M. (Orgs.). Ensino desenvolvimental: sistema Elkonin-Davidov-Repkin. São Paulo: Mercado de Letras, 2019.

REPKINA, N. V. O problema do sujeito na teoria da atividade de estudo. Вестни, Boletim da Universidade de Kharkov, n. 913, Série Psicologia, 44, p. 148-152, 2010.

REPKINA, N. V. O sistema de educação para o desenvolvimento na prática escolar. Questões de psicologia, Moscou, n. 3, p. 40-51, 1997.

RUBINSTEIN, S. L. Основы общей психологии (Fundamentos da Psicologia geral). Moscou: 1946.

RUBINSTEIN, S. L. Problemas das faculdades e questões da teoria psicológica (1973). In: LONGAREZI, A. M.; PUENTES, R. V. (Orgs.). Ensino desenvolvimental. Antologia. Livro 1. Uberlândia: Edufu, 2017, p. 111-122.

ZINCHENKO, V. P. For the Eightieth Anniversary of the Birthday of V. V. Davydov (1930-1998). The Experience of Thinking About Thinking. Journal of Russian and East European Psychology, Armonk, v.49, n.6, p.18-44, 2011.

ZUCKERMAN, G. A. A objetividade da atividade de estudo conjunta. Vopr. psicol., Moscou, n. 1, p. 41-49, 1990.

ZUCKERMAN, G. A. Tipos de comunicação na aprendizagem desenvolvimental. Tomsk: Peleng, 1993, 268p.

ZUCKERMAN, G.A. Por que as crianças aprendem juntas? Moscou, 1985.

ZUCKERMAN, G.A., VENGUER, A. L. O desenvolvimento da independência de estudo. Moscou: Instituto Aberto "Educação para o Desenvolvimento", 2010, 432p.

REPKINA, N. V. Актуальные теоретические проблемы субъекта учебной деятельности. «Науковий журнал. Психологічні перспективи. Спеціальний випуск. Становлення особистості як суб’єкта життєвого шляху» Том 2 Київ, 2011, С.149 – 158.

REPKINA, N. V. Проблема субъекта в теории учебной деятельности "Система Розвивального Навчання (Ельконіна - Давидова) в шкільній практиці. "Науково-методичний збірник. Харків: ННМЦ "Розвиваюче навчання", 2012.

REPKINA, N. V. Что такое развивающее обучение. In: РЕПКИН, В.В.; РЕПКИНА, Н. В. Что такое развивающее обучение: взгляд из прошлого в будущее. Мockba: Некоммерческое партнерство «Авторский Клуб», 2018, 3-63с.

REPKINA, N. V. Что такое развивающее обучение: научно-популярный очерк. Томск : Пеленг, 1993.