Efficacy of use of tramadol in analgesia of prepubertal queens submitted to ovaryhysterectomy

  • Camila Neves Martins Universidade Federal de Uberlândia
  • Giovane Debs Universidade Federal de Uberlândia
  • Fernando Dedding Martins Universidade Federal de Uberlândia
  • João José da Costa Neto Universidade Federal de Uberlândia
  • Francisco Claudio Dantas Mota Universidade Federal de Uberlândia
  • Aracelle Elisane Alves Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

É crescente o número de animais errantes nos grandes centros urbanos, sendo a população de felinos bastante significativa. A esterilização pré púbere promove de forma precoce a incapacidade reprodutiva do animal; reduz o desenvolvimento de patologias relacionadas ao trato reprodutivo, além de outras vantagens. Entretanto a anestesia em animais pré púberes ainda é um desafio e o uso de opióides neste pacientes tem sido questionado devido a ocorrência de hipotensão em alguns casos. Sendo assim tornam-se necessários estudos para verificar as consequências do uso de opióides nestes animais. Portanto, o presente estudo teve como objetivo avaliar a eficiência do uso de tramadol em gatas pré-púberes submetidas à ovariosalpingohisterectomia. Foram utilizadas oito fêmeas da espécie felina, com idade entre dois e quatro meses. As gatas foram divididas aleatoriamente em dois grupos (grupo Controle e grupo Tramadol), constituídos de 4 animais cada. Durante o trans operatório foram avaliadas a temperatura corporal, frequência respiratória, frequência cardíaca e saturação de oxigênio e pressão arterial não invasiva. Foram aferidos imediatamente antes da administração das drogas anestésicas (T0 - Controle) e a cada 4 minutos durante o trans operatório de 20 minutos (T4, T8, T12,T16, T20); os parâmetros de frequência cardíaca; frequência respiratória, temperatura corporal, nível de saturação de oxigênio e pressão arterial sistólica (PAS). O grupo Tramadol apresentou valores de frequência cardíaca e respiratória inferiores quando comparados com os obtidos no grupo Controle nos períodos de T0 até o T8. Em todos os momentos analisados a temperatura corporal e saturação de oxigênio não revelaram diferença significativa entre os dois grupos; sendo que os valores se mantiveram entre 35,6°C a 37,7°C e 78,5% a 90,25% respectivamente. Neste estudo foi possível concluir que o tramadol foi eficiente na analgesia após esterilização cirúrgica de gatas pré púberes,  sem causar hipotensão significativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Neves Martins, Universidade Federal de Uberlândia
Departamento de Clinica Cirúrgica e Obstetrícia Veterinária UFU
Giovane Debs, Universidade Federal de Uberlândia
Departamento de Clinica Cirúrgica e Obstetrícia Veterinária UFU
Fernando Dedding Martins, Universidade Federal de Uberlândia
Departamento de Clinica Cirúrgica e Obstetrícia Veterinária UFU
João José da Costa Neto, Universidade Federal de Uberlândia
Departamento de Clinica Cirúrgica e Obstetrícia Veterinária UFU
Francisco Claudio Dantas Mota, Universidade Federal de Uberlândia
Docente do Departamento de Clinica Cirúrgica e Obstetrícia Veterinária UFU
Aracelle Elisane Alves, Universidade Federal de Uberlândia
Docente de Departamento de Clinica Cirúrgica e Obstetrícia Veterinária UFU
Publicado
2019-03-26