ALTERAÇÕES BIOMECÂNICAS DA COLUNA VERTEBRAL E INJÚRIAS VERTEBRAIS EM CÃES ATENDIDOS NO HOSPITAL VETERINÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

  • Guilherme Arantes Mendonça FAMEV UFU
  • Carlos Gomes Ferreira FAMEV UFU
  • Marina Cruvinel Assunção Silva FAMEV UFU
  • Fernando Antônio Ferreira FAMEV UFU

Resumo

Todo movimento é um evento mecânico que implica em uma força sobre a coluna. Sempre que tal força exceder a tolerância da coluna lesões irão ocorrer, podendo ser de diferentes magnitudes. Foram analisadas radiografias de 33 cães com suspeita clínica de alteração vertebral, atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Uberlândia entre janeiro de 2007 e setembro de 2010. Notou-se que 20 animais (60,60 %) apresentaram alterações no perfil anátomo-funcional da coluna vertebral (colunas em cifose, lordose ou excessivamente retilíneas). Com relação à presença de lesões, foi verificado que 30 cães (90,90%) tiveram diagnóstico positivo para algum processo patológico. Os resultados não apresentaram diferença (p > 0,05). Concluiu-se que alterações morfológicas da coluna vertebral são contundentes para o desenvolvimento de distúrbios biomecânicos e posteriores manifestações clínicas, pois levam a um aumento na magnitude, estresse e freqüência de cargas aplicadas, com consequente comprometimento na síntese dos tecidos, sendo associadas às mudanças nas estruturas dos discos intervertebrais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-06-05
Seção
Clínica e Cirurgia Animal