CARCINOMA DE CÉLULAS TRANSICIONAIS VESICAL EM UMA CADELA SÃO BERNARDO - RELATO DE CASO

  • Veridiana Maria Brianezi Dignani de Moura UFG - EV
  • Francisco Pupo Pires Ferreira UFG -EV
  • Marcela Marcondes Pinto Rodrigues FMVZ - UNESP
  • Cristiane Padrin Caldeira UFG - EV
  • Enio Pedone Bandarra FMVZ - UNESP
Palavras-chave: Carcinoma de células transicionais, bexiga urinária, cão

Resumo

No presente artigo, descreve-se o caso de uma cadela São Bernardo de sete anos de idade e histórico de disúria progressiva e estrangúria. Inicialmente estabeleceu-se o diagnóstico de infecção do trato urinário baixo (cistite), sendo instituída a terapêutica adequada. Frente ao episódio de recidiva do quadro clínico após 45 dias, realizaram-se exames laboratoriais e de imagens que reiteraram o diagnóstico de processo inflamatório crônico, apesar de não descartada a possibilidade de neoplasia vesical. O animal foi novamente tratado, não apresentou melhora e foi submetido à laparotomia exploratória e exame citológico. Face aos achados macro e microscópicos, assim como ao estado geral da cadela, e ao prognóstico reservado, procedeu-se a eutanásia. O exame histopatológico reafirmou a lesão vesical de origem neoplásica classificada como carcinoma de células transicionais de bexiga urinária.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2008-03-05
Seção
Artigos