Análise da Morfologia de Modelos Digitais de Superfície Gerados por VANT

Palavras-chave: Morfologia, MDS, VANT

Resumo

A utilização dos VANT para captura de dados espaciais não é novidade e vem sendo empregada por usuários civis desde o início do século XXI. Entretanto, a diversidade de plataformas, de equipamentos associados, dos métodos de coleta e de processamento de dados, nos mostra que ainda são necessários estudos para o aprimoramento dos métodos, visando à qualidade e acurácia dos dados espaciais gerados. Percebe-se que são, ainda, incipientes as discussões acerca das distorções morfológicas encontradas nos modelos gerados por VANT e esses erros podem comprometer o uso dos dados para algumas finalidades, como o cadastro territorial. Neste contexto é proposto este estudo que teve como objetivo principal avaliar a qualidade morfológica dos MDS gerados por VANT mediante diferentes técnicas de coletas de imagens aéreas. São comparados os MDS gerados por meio de diferentes técnicas de voo com VANT e um MDS gerado por LiDAR aerotransportado é adotado como parâmetro de comparação. Os resultados são analisados visualmente, por meio de perfis e por meio do cálculo da rugosidade identificada nos modelos, que consiste numa metodologia proposta para este estudo. Os resultados apontam que a correção da altitude do voo, proporcionando a manutenção de uma distância homogênea da aeronave em relação ao solo, apresenta melhores resultados quanto à morfologia dos MDS e, consequentemente, condiciona a qualidade dos produtos derivados, como o ortomosaico e o MDT.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-06-30
Como Citar
MAGALHÃES, D. M.; MOURA, A. C. M. Análise da Morfologia de Modelos Digitais de Superfície Gerados por VANT. Revista Brasileira de Cartografia, v. 73, n. 3, p. 707-722, 30 jun. 2021.
Seção
Artigos Originais