Modelagem de Regressão Espacial para Estimava de Valores em Massa a partir de Cartografia Cadastral

Palavras-chave: Econometria Espacial, Geoestatística, Cadastro Imobiliário, Aerofotogrametria, Análises Espaciais

Resumo

Esta pesquisa propôs a construção e avaliação do desempenho de modelos de regressão linear múltipla (convencional e espacial) para a cidade de Itororó (BA) e assim possibilitar elaboração de uma Planta de Valores Genéricos (PVG) e estimativa do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU). Para tanto, o processo de elaboração desses modelos compreendeu mapeamento aerofotogramétrico e cadastro imobiliário, análises espaciais, de multicolinearidade, normalidade e homocedasticidade dos resíduos, além de testes dependência espacial de acordo com a NBR 14.653-2/2011. Os resultados indicaram que a incorporação dos efeitos da autocorrelação espacial através do modelo de defasagem espacial reduzido proporcionou melhor desempenho em relação ao convencional. No entanto a construção do modelo de regressão geograficamente ponderada também reduzido, capaz de modelar a heterogeneidade espacial, mostrou-se ainda mais adequado, propiciando a quase totalidade da explicação da variação dos valores preditos, além de redução brusca dos erros de predição e do coeficiente de dispersão. A extrapolação desse modelo proporcionou a elaboração da PVG e simulação do IPTU. Assim, o incremento na alíquota de 1% proporcionaria considerável participação da arrecadação interna para a receita municipal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-02-19
Como Citar
PIMENTA, F. DE S.; RIBEIRO , F. V.; CRUZ JÚNIOR, D. C. Modelagem de Regressão Espacial para Estimava de Valores em Massa a partir de Cartografia Cadastral . Revista Brasileira de Cartografia, v. 73, n. 1, p. 36-52, 19 fev. 2021.
Seção
Artigos Originais