Avaliação Laboratorial da Parametrização de Dados LST em Superfícies Planas

Palavras-chave: Laser Scanner Terrestre, Parametrização, Teste Global

Resumo

O uso dos dados derivados dos levantamentos através do Laser Scanner Terrestre (LST) vem sendo investigado nas atividades de monitoramento geodésico de estruturas de engenharia como pontes, barragens e torres de concreto. A complexidade destes sistemas torna necessária a busca por abordagens que minimizem os erros, derivados das observações primárias dos ângulos e distâncias em cada ponto tridimensional, como a parametrização dos dados por elementos geométricos. Neste trabalho é apresentada uma avaliação laboratorial da estabilidade do processo de parametrização das nuvens de pontos por meio do ajustamento de observações em planos. Para a realização do experimento, desenvolveu-se um protótipo contendo uma superfície plana de movimentação controlada, sobre a qual se realizaram pares de varreduras com LST em variadas posições do plano. No processo de avaliação da estabilidade, utilizou-se o teste global do ajustamento entre os pares de varredura. Os resultados demonstraram que a estabilidade da parametrização está condicionada à relação posicional entre o plano e o LST no momento da varredura.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-09-22
Como Citar
ALVES, S. DE S. O.; RODRÍGUEZ, F. A. C.; SAMPAIO, L. F.; MEDEIROS, L. ÍTALO B.; VEIGA, L. A. K.; KLEIN, I. Avaliação Laboratorial da Parametrização de Dados LST em Superfícies Planas. Revista Brasileira de Cartografia, v. 72, n. 3, p. 384-398, 22 set. 2020.
Seção
Artigos Originais