Parâmetros de Fabricação de Símbolos para Mapas Táteis

Palavras-chave: Matriz tátil, Fabricação digital, Deficiente visual

Resumo

No que diz respeito à acessibilidade espacial, compreensão do ambiente e entendimento de trajetos a serem percorridos por pessoas com deficiência visual, os mapas táteis são uma importante ferramenta para auxiliar o planejamento prévio da rota a ser realizada por seus usuários. Embora, de acordo com a Norma Brasileira Regulamentadora, NBR 9050:2015, que trata da acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos, a instalação de mapas táteis seja uma exigência a ser cumprida em edificações de acesso público, há poucas orientações quanto à sua fabricação, caracterização dos relevos táteis. Além disso, dentre os pesquisadores da área, há divergências entre as especificações dos elementos. Essa pesquisa, por sua vez, contribui tanto com a inclusão social no que diz respeito ao ensino de geografia, linguagem cartográfica e orientação espacial, uma vez que, a partir do agrupamento de parâmetros adotados no Brasil, no âmbito da cartografia tátil e no exterior, relacionados tanto à cartografia quanto à fabricação de mapas para edificações, traz uma síntese dos elementos já utilizados. Além disso, desenvolve, avalia e valida, por intermédio de testes com profissionais revisores de material braile, novos parâmetros a serem compartilhados por desenvolvedores de mapas táteis. Os parâmetros apresentados contemplam símbolos, letras, linhas, texturas e braile, caracterizando-os no que diz respeito à espessura, formato, elevação em relação à superfície e padronagens de representação, resultando num padrão de representação e fabricação de símbolos para mapas táteis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regiane Pupo, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela PUCCAMP - Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1986), mestrado em Engenharia de Produção pela UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (2002), doutorado pelo Programa de Pós Graduação da FEC - Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo da UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas (2009) e pós doutorado na FEC/UNICAMP (2011) desenvolvendo pesquisa em prototipagem rápida, digitalização 3D e fabricação digital para arquitetura. Em 2007 participou da implementação do laboratório de Arquitectura Computacional (ISTAR) no IST - Instituto Superior Técnico de Lisboa, Portugal, atuando com Prototipagem Rápida para arquitetura. É professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando principalmente nos seguintes temas: CAD, computational design, prototipagem rápida e fabricação digital para design e arquitetura. Coordena a Rede PRONTO3D, uma rede de laboratórios de Fabricação Digital aplicada ao Design e Arquitetura no estado de Santa Catarina, com polos em Florianópolis (FABLAB PRONTO3D), Lages, Criciúma e Chapecó.

Publicado
2019-12-13
Como Citar
BEM, G. DE; TREVISAN PUPO, R. Parâmetros de Fabricação de Símbolos para Mapas Táteis. Revista Brasileira de Cartografia, v. 71, n. 4, p. 983-1013, 13 dez. 2019.
Seção
Artigos de Revisão