Seleção de pontos-objeto visando o monitoramento de estruturas a partir da propagação de erros por simulação

Palavras-chave: Monitoramento de estruturas, Propagação de Erros, Simulações

Resumo

Erros são inerentes ao processo de medida. Na prática, uma série de procedimentos são efetuados de forma a ter maior controle sobre estes erros.Trabalhos que envolvem levantamentos de campo visando o monitoramento de estruturas também apresentam incertezas associadas à instrumentação utilizada, tipo de mensurações e geometria da rede de monitoramento, esta última em função da localização da estação ocupada com o equipamento de medida em relação aos pontos que serão monitorados (pontos-objeto). Neste trabalho, são realizadas simulações visando prever o comportamento dos erros propagadas em um levantamento, considerando a utilização do método de estação livre (EL) para orientação da estação total (ET) e do método de irradiação tridimensional para o monitoramento de grandes estruturas civis, como barragens. Busca-se a modelagem e representação tridimensional dos erros propagados sobre a estrutura, de maneira a dar suporte aos técnicos de segurança de barragens na escolha e seleção de pontos-objeto de forma que, ao mesmo tempo que atendam à localização espacial requerida pela equipe de monitoramento civil, também apresente os menores valores propagados de variância. Com a metodologia da EL e irradiação tridimensional foram realizadas simulações em uma área teste considerando diferentes posições para implantação dos pontos de apoio para orientação da ET, e diferentes posições para a ET utilizada no levantamento. Os resultados da pesquisa permitiram observar o quanto a geometria referente à posição da ET influencia nos erros que supostamente serão obtidos em um levantamento. Além disso, os erros propagados foram representados tridimensionalmente no modelo da estrutura avaliada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regiane Dalazoana, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade Federal do Paraná (1999), mestrado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (2001) e doutorado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (2006). Atualmente é professor associado da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geodésia, atuando principalmente nos seguintes temas: sistema geodésico de referência, redes geodésicas de referência e altimetria por satélites.

Luis Augusto Koenig Veiga, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade Federal do Paraná (1993), mestrado em Engenharia de Transportes pela Universidade de São Paulo (1996) e doutorado em Engenharia de Transportes pela Universidade de São Paulo (2000). Professor Titular da Universidade Federal do Paraná. Atua na área de Geodésia, com ênfase em automação de levantamentos geodésicos e topográficos, monitoramento de estruturas civis, optimização de levantamentos geodésicos e topográficos e na utilização de sensores MEMS em aplicações geodésicas. É professor do Curso de Engenharia Cartográfica e de Agrimensura e professor e orientador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas. Foi por 3 mandatos coordenador do curso de graduação em Engenharia Cartográfica e de Agrimensura, Chefe do Departamento de Geomática, membro do Conselho de Planejamento e Adminsitração da UFPR (COPLAD), do Conselho de Ensino e Pesquisa (CEPE) e presidente do Fórum de Coordenadores de Curso de Graduação da UFPR.

Publicado
2019-06-27
Como Citar
SAMPAIO, L. F.; DALAZOANA, R.; VEIGA, L. A. K. Seleção de pontos-objeto visando o monitoramento de estruturas a partir da propagação de erros por simulação. Revista Brasileira de Cartografia, v. 71, n. 2, p. 570-597, 27 jun. 2019.
Seção
Artigos Originais