Análise da Variabilidade Superficial de Temperatura e Altimetria no Oceano Atlântico Sudoeste durante o Ano de 2012

Luis Felipe Mendonça, Ronald Buss de Souza, Rafael Nascimento Reis, Rita de Cássia Marques Alves

Resumo


A plataforma continental do sul do Brasil (PCSB) compreende uma importante região econômica do litoral brasileiro. Formada a partir de uma margem continental passiva, apresenta uma baixa declividade com massas d’água e processos dinâmicos com um comportamento sazonal. Este padrão sazonal imprime fortes efeitos no ecossistema e clima da região. No presente trabalho utilizamos o modelo regional oceânico (ROMS) para estudar a distribuição superficial e a variabilidade das massas d’água na PCSB, durante o ano de 2012. Os resultados do modelo foram comparados com as dados de sensoriamento remoto de temperatura superficial do mar (TSM) e altimetria. O modelo foi capaz de reproduzir as principais características de temperatura e salinidade das massas d’água que dominam a PCSB. Identificamos os principais gradientes termohalinos próximo à região da Confluência Brasil-Malvinas, sem identificar gradientes superficiais associados à região da Frente Subtropical de Plataforma. Como consequência da mistura e da oscilação sazonal das águas, a estabilidade da coluna de água dentro da PCSB também muda sazonalmente. O fluxo da Corrente Costeira do Brasil (CCB) para norte, transportando as águas da Pluma do Rio da Prata e da Água Subantártica de Plataforma durante o inverno, concordam com as descrições já realizadas. Mapas sazonais demonstram o comportamento da Corrente do Brasil (CB) e enfatizaram sua importância no fluxo costeiro médio sobre a plataforma continental ao longo do ano. Assim, nossos resultados sugerem que a implementação de um modelo regional oceânico, para a região PCSB, é fundamental para o estudo oceanográfico da região, em series temporais longas.

Palavras-chave


Sensoriamento Remoto; Oceanografia física; Plataforma Continental Sul Brasileira; Massas d’água

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1808-0936 | Periódico indexado à seguintes bases de dados: Periódicos CAPES, Google Scholar, WorldCat, DOAJ, Latindex | Índice h5=7, mediana h5=9 (Google Scholar)