Análise da Temperatura de Superfície e do Índice de Vegetação no Município de Belém na Identificação das Ilhas de Calor

Paulo Eduardo Silva Bezerra, Eiky Tatsuya Ishikawa de Moraes, Ismael Ramalho da Costa Soares

Resumo


As questões ambientais cada vez mais têm ganhado força e relevância no mundo. As mudanças climáticas, globais ou regionais, têm sido um problema crescente em vários pontos do planeta, principalmente em zonas urbanas e por isso têm-se aumentado pesquisas e estudos acerca das variáveis que afetam diretamente na alteração da temperatura e microclima urbano, visto que tais alterações implicam no conforto térmico da população e por vezes na saúde. Por essa perspectiva, o presente trabalho visa analisar nos anos de 2006 e 2016 a relação da Temperatura de Superfície de Terreno (TST) com o Índice de Vegetação (IV), através da utilização de dados de NDVI  (Normalized Difference Vegetation Index) no município de Belém, no norte do Brasil. Foi utilizado também imagem do satélite Landsat 5 para o ano de 2006 e Landsat 8 para 2016, correspondente a órbita 223, ponto 261, para a geração de mapas temáticos. Constatou-se que os valores de NDVI  se correlacionam com a TST, uma vez que os locais com menores IV ocasiona em maiores temperaturas, o que afeta no conforto térmico da população, criando ilhas de calor, principalmente na região central do município.

Palavras-chave


Ilhas de Calor; NDVI; Temperatura de Superfície

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1808-0936 | Periódico indexado à seguintes bases de dados: Periódicos CAPES, Google Scholar, WorldCat, DOAJ, Latindex | Índice h5=7, mediana h5=9 (Google Scholar)