Desenvolvimento do pensamento computacional por meio da Ciência da Computação Desplugada e do Scratch

  • Patricia Cristina Venturini Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Pensamento Computacional., Ciência da Computação Desplugada, Scratch

Resumo

Este trabalho relata uma atividade de extensão, desenvolvida pela Universidade Federal de Uberlândia em uma escola pública da cidade de Ituiutaba, Minas Gerais, no âmbito do projeto “Pensamento Computacional na Escola”, tendo como intuito estimular e desenvolver o pensamento computacional de crianças do sexto ano do ensino fundamental. Abordagem de Ciência de Computação Desplugada e ferramenta de programação Scratch foram utilizadas para este fim. Ficou evidenciado que atividades desplugadas servem de apoio e agente facilitador para compreensão e criação de programas computacionais. A falta de maturidade da maior parte das crianças nessa faixa etária exige que, inicialmente, as atividades de programação aconteçam de forma guiada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Cristina Venturini, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Física pela Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, Brasil; professora adjunta da Universidade Federal de Uberlândia, Campus Pontal, Minas Gerais, Brasil.

Referências

BELL, T., WITTEN, I. H.; FELLOWS, M. Ensinando ciência da computação sem o uso do computador. 2011. Disponível em: https://classic.csunplugged.org/wp-content/uploads/2014/12/CSUnpluggedTeachers-portuguese-brazil-feb-2011.pdf. Acesso em: 20 ago. 2019.

BRACKMANN, C. P. Desenvolvimento do pensamento computacional através de atividades desplugadas na educação básica. 2017. 226 f. Tese (Doutorado em Informática da Educação) – Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Porto Alegre, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Lei nº. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação–PNE e dá outras providências. Brasília, DF, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular: educação é a base. 2018.

COSTA, K. P. C.; AZEVEDO, M.; MADEIRA, C. Facilitando o uso do Scratch por meio de atividade desplugada que introduz o estudo do plano cartesiano. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 2018, Porto Alegre. Anais [...]. Doi: 10.5753/cbie.wcbie.2018.778.

KOLOGESKI, A. L. et al. Desenvolvendo o raciocínio lógico e o pensamento computacional: experiências no contexto do projeto logicando. RENOTE, Porto Alegre, v. 14, n. 2, 2016. Doi: 10.22456/1679-1916.70686.

WING, J. M. Computational thinking. Communications of the ACM, v. 49, n. 3, p. 33-35, march 2006. Doi: 10.1145/1118178.1118215.

Publicado
2020-01-22
Como Citar
VENTURINI, P. C. Desenvolvimento do pensamento computacional por meio da Ciência da Computação Desplugada e do Scratch. Revista Em Extensão, v. 18, n. 2, p. 200-208, 22 jan. 2020.
Seção
Relatos de Experiência