No princípio era poeira: cruzamentos da extensão e da pesquisa cênica em A Vida de Galileu, de Bertold Brecht

  • Luiz Humberto Martins Arantes Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Extensão universitária, Teatro, Artes

Resumo

Este texto resulta de um processo de extensão/pesquisa, desenvolvido no curso de Teatro da na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), e que, a partir dos estudos dos possíveis entrelaçamentos entre arte e ciência, propusemos investigações cênicas e apresentações teatrais da clássica peça A Vida de Galileu, do alemão Bertold Brecht. O processo/espetáculo agregou atores universitários e artistas egressos da comunidade. Esse encontro propiciou tencionar as fronteiras entre arte e ciência, permitindo compreender que a questão da inovação e da criatividade aproximam ambas. Principalmente, permitiu a convivência cênica dos participantes e a oportunidade de ir ao teatro, seja de jovens universitários seja dos moradores dos locais em que o espetáculo foi apresentado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Humberto Martins Arantes, Universidade Federal de Uberlândia

Pós-doutorando na Universidade Autonoma de Barcelona, Espanha; Universidade do Estado de Santa Catarina, Brasil; pesquisador, diretor e professor associado IV no Instituto de Artes da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil.

Referências

BRECHT, B. Teatro completo. v. 6. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

BROOK, P. A porta aberta. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. 103 p.

CELSO NETO, D. A. Bertolt Brecht na cena teatral brasileira: o redirecionamento do teatro no Brasil para uma visão engajada, moderna e inquietante: teoria e prática. In: SEMANA DE LETRAS “AS LETRAS E O SEU ENSINO”, 9., 2006, Ouro Preto. Anais... Disponível em: https://pt.scribd.com/document/140241421/As-Letras-e-o-Seu-Ensino-Anais-Ix-Semana-de-letras-Livro. Acesso em: 20 nov. 2017.

MORIN, E. A religação dos saberes: o desafio do século XXI. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. 588 p.

PALMA, C. O teatro da ciência. In: Revista Galileu. Edição 186. São Paulo: Globo, 2007. Disponível em: http://revistagalileu.globo.com/Galileu/0,6993,ECT638589-3030,00.html. Acesso em: 20 nov. 2017.

WHITE, M. Galileu anticristo: uma biografia. Rio de Janeiro: Record, 2009. 336 p.

Publicado
2019-02-17
Como Citar
ARANTES, L. H. M. No princípio era poeira: cruzamentos da extensão e da pesquisa cênica em A Vida de Galileu, de Bertold Brecht. Revista Em Extensão, v. 17, n. 2, p. 254-265, 17 fev. 2019.
Seção
Relatos de Experiência