Só Rodapés: Um glossário de trinta termos definidos na espiral de minha poética própria

Marina Marcondes Machado

Resumo


Este artigo apresenta um glossário de trinta termos chave que facilitarão para o pesquisador iniciante a compreensão acerca das relações entre a cena contemporânea  com os conceitos de criança performer e abordagem espiral no ensino de arte, termos cunhados pela autora e que dialogam com a noção de infância sociológica – a criança como ator social e protagonista de seus mundos de vida – bem como com o hibridismo no ensino de arte.


Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, A.M; CUNHA, F.P. (Orgs.) Abordagem triangular no esnino das artes e culturas visuais. São Paulo: Cortez, 2010.

BARBOSA, Pedro. Metamorfoses do Real. Porto: Afrontamento, 1996.

BOURRIAUD, Nicolas. Estética relacional. São Paulo: Martins, 2009.

CABALLERO, Ileana Diéguez. Cenários Liminares/ teatralidades, performances e política. Uberlândia: EDUFU, 2011.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, A. Dicionário de símbolos. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1997.

COHEN, Renato. Work in progress na cena contemporânea. São Paulo: Perspectiva, 1991.

DE MARINIS, Marco. Corpo e Corporeidade no Teatro: da semiótica às neurociências/Pequeno glossário interdisciplinar. Revista Brasileira de Estudos da Presença, Porto Alegre, v.2, n.1, p.42-61, jan./jun 2012.

KINCHELOE, Joe e BERRY, Kathleen. Pesquisa em Educação. Conceituando a bricolagem. Porto Alegre, ARTMED, 2007.

MACHADO, Marina Marcondes. A criança é performer. Educação & Realidade. FACED/UFRGS. Porto Alegre. v. 35. n.2. maio/ago. 2010a. p.115-137.

MACHADO, Marina Marcondes. Merleau-Ponty & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2010b.

MACHADO, Marina Marcondes. Fazer surgir antiestruturas: abordagem em espiral para pensar um currículo em arte. Revista e-curriculum. PUC-SP. São Paulo, v.8 n.1 Abril 2014.

MACHADO, Marina Marcondes. A Flor da Vida / Sementeira para a fenomenologia da pequena infância. Tese de doutoramento. São Paulo: PUC, 2007. Disponível em:

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=67652 Último acesso: 20/01/2015.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Merleau-Ponty na Sorbonne. Resumo de Cursos / Filosofia e Linguagem. Campinas: Papirus, 1990a.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Merleau-Ponty na Sorbonne. Resumo de Cursos / Piscossociologia e Linguagem. Campinas: Papirus, 1990b.

MERLEAU-PONTY, Maurice. O visível e o invisível. São Paulo: Perspectiva, 2004.

PESSOA, Fernando. Ficcções do Interlúdio/1. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

SCHAFER, Murray. O ouvido pensante. São Paulo: Editora Unesp, 1991.

SIROTA, Régine. Emergência de uma sociologia da infância: evolução do objeto e do olhar. Cadernos de Pesquisa. Fundação Carlos Chagas. São Paulo, n.112, p.7-31, março 2001.

TURNER, Victor. O processo ritual / Estrutura e antiestrutura. Petrópolis, Editora Vozes, 1974.

WINNICOTT, Donald Woods. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1978.




DOI: http://dx.doi.org/10.14393/RR-v2n1a2015-05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

ISSN: 2358-3703.


Associada às seguintes bases de dados: Latindex, DOAJ, Diadorim, Google Academics, Periódicos CAPES e ao DOI (CrossRef).

 

A Revista Rascunhos está classificada como B3 no Qualis Periódicos/CAPES - Dez./2016.