Há ética em Nietzsche?

  • Francisco Alvarenga FAJE
Palavras-chave: Ética, Nietzsche, Homem, Transvaloração dos Valores, Vida

Resumo

 

Resumo: A proposta deste artigo é buscar responder à seguinte questão: há ética no pensamento filosófico de Nietzsche? Em seu pensamento, o homem passa a se encontrar além dos limites éticos e morais pelos quais esteve aprisionado. Assim, se há ética no pensamento de Nietzsche, ela deve ser compreendida como um processo necessariamente libertador daquilo que torna pequena a vida.
Palavras-chave: Ética. Nietzsche. Homem. Transvaloração dos Valores. Vida.

Abstract: The purpose of this article is to answer the following question: Is there ethic in Nietzsche's philosophical thinking? In his thinking, man begins to find himself beyond the ethical and moral limits by which he was imprisoned. Thus, if there is ethic in Nietzsche's thought, it must be understood as a necessarily liberating process of what makes life small.
Keywords: Ethic. Nietzsche. Men. Transvaluation of Values. Life.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CLARK, M. A contribuição de Nietzsche para a ética. In: Cadernos Nietzsche. Tradução: Ícaro Meirelles Figueredo. Revisão técnica: Rogério Lopes. v. 28, n. 3, p. 181-203, 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2316-82422017v3803mc. Acesso em 10 fev. 2020.

DELEUZE, Gilles. Nietzsche e a filosofia. Trad. Ruth Jofilly Dias e Edmundo Fernandes Dias. Rio de Janeiro: Editora Rio, 1976.

DOSTOIÉVSKI, F. O Subsolo. In: Os Mais Brilhantes Contos de Dostoiévski. Introdução, seleção e tradução: Ruth Guimarães. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1966.

GIACÓIA JÚNIOR, O. Labirintos da alma: Nietzsche e a auto-supressão da moral. Campinas: Editora da UNICAMP, 1997.

¬______. Nietzsche & Para além do bem e do mal. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2006.

LIMA VAZ, H. C. Escritos de filosofia I: Introdução à ética filosófica I. São Paulo: Loyola, 1999.

MARTON, S. Nietzsche: a transvaloração dos valores. São Paulo: Moderna, 1993.

NIETZSCHE, F. Ecce homo: como alguém se torna o que é. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. Humano, demasiado humano: um livro para espíritos livres. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

¬¬

¬¬¬______. Crepúsculo dos ídolos: ou como se filosofa com o martelo. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

______. Genealogia da moral: uma polêmica. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

______. Além do bem e do mal: prelúdio de uma filosofia do futuro. Trad. Mário Ferreira dos Santos. Petrópolis: Vozes, 2012a.

______. A gaia ciência. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2012b.

______. O anticristo: maldição ao cristianismo. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

______. Assim falava Zaratustra: um livro para todos e para ninguém. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

ROBERTSON, S. Nietzsche e o valor: florescimento e excelência. In: Cadernos Nietzsche. Tradução: Oscar Augusto Rocha Santos. Revisão Técnica: Rogério Lopes. v. 37, n. 1, p. 145-184, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2316-82422016v37n1sr. Acesso em 25 ago. 2019.

SIMÕES, Mauro Cardoso. Nietzsche, a escrita e a moral. Campinas: Editora Alínea, 2003.

WILLIAMS, B. Ethics and the Limits of Philosophy, Cambridge, MA: Harvard University Press, 1985.

______. “Moral Luck: A Postscript,”. In: Making Sense of Humanity, Cambridge: Cambridge University Press, 1995.

Publicado
2020-04-07
Como Citar
Alvarenga, F. (2020). Há ética em Nietzsche?. Revista Primordium, 4(7). https://doi.org/10.14393/REPRIM-v4n7a2019-48874
Seção
Artigos