Um estudo sobre a Sociologia da Música, de Theodor W. Adorno, e sua atualização na cultura-mundo hipermoderna

  • Claudia Castro de Andrade Uerj
Palavras-chave: Estética, Sociologia da música, Hipermodernidade

Resumo

Um estudo sobre a Sociologia da Música, de Theodor W. Adorno e sua atualização na cultura-mundo hipermoderna

Resumo: A obra “Sociologia da Música” descreve o aspecto musical como algo intrínseco ao sociológico e, considerando-se a música como um fenômeno social, torna-se evidente e necessária investigação do curso de seu desenvolvimento. Mais que a música propriamente dita, Theodor Adorno se dedica a uma teoria do ouvinte, à recepção musical e aos elementos psicológicos envolvidos. Segundo Adorno, a recepção da música por parte do ouvinte revela modos passivos de comportamento, mas a regressão da audição representa a regressão de pessoas conscientemente neutralizadas que não conseguem pensar de um modo que não seja coletivamente partilhado, cujas convenções estéticas inibem a formação de uma consciência autônoma. Tenciona-se, portanto, relacionar o pensamento de Adorno com os valores da hipermodernidade e da cultura-mundo, de Lipovetsky, fundamentadas na moral do consumo, da individuação, desumanização e reificação da consciência, cuja dialética entre o universal e o particular tende à igualitarização dos modos de vida e conduta.
Palavras-Chave: Estética; Sociologia da música; Hipermodernidade.

A study on The Sociology of Music, by Theodor W. Adorno, and its update on the hypermodern world-culture.

Abstract: The book “Sociology of Music” describes the musical aspect as intrinsic to the sociological and, considering music as a social phenomenon, it becomes evident and necessary investigation of the course of its development. More than music itself, Theodor Adorno is devoted to a listener theory, musical reception, and the psychological elements involved. According to Adorno, the listener's reception of music reveals passive modes of behavior, but the regression of hearing represents the regression of consciously neutralized people who cannot think in a way that is not collectively shared, whose aesthetic conventions inhibit the formation of a person. autonomous consciousness. It is intended, therefore, to relate Adorno's thought with Lipovetsky's values ​​of hypermodernity and world-culture, based on the moral of consumption, individuation, dehumanization and reification of consciousness, whose dialectic between the universal and the particular tends to equalization of ways of life and conduct.
Keywords: Aesthetics; Sociology of music; Hypermodernity.

Data de registro: 11/10/2018
Data de aceite: 30/08/2019

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADORNO, T. W. Por que é difícil a nova música? Trad. Flávio R. Kothe, in G. Cohn (org.), Col. Grandes Cientistas Sociais, vol. 54. São Paulo: Ática, 1986, p. 147-61.

_____- Sobre música popular. Trad. Flávio R. Kothe, in G. Cohn, (org.), Col. Grandes Cientistas Sociais, vol. 54. São Paulo: Ática, 1986, p.115-146.

_____- Educação e Emancipação. Tradução: Wolfgang Leo Maar. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1971.

_____- Introdução à Sociologia da Música: doze preleções teóricas Trad. Por Fernando R. de Moraes Barros.- São Paulo: Editora Unesp, 2011.

BHABHA, H. K. O local da cultura. Tradução de Myriam Ávila; Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: editora UFMG, 1998.

FREITAS, V. Para uma dialética da alteridade. A constituição mimética do sujeito, da razão e do tempo em Theodor Adorno. Belo horizonte: FAFICH/UFMG, 2001.

_____- Alteridade e transcendência: a dialética da arte moderna em Theodor Adorno. In: DUARTE, R.; FIGUEIREDO, V.; KANGUSSU, I. (Orgs.); Theoria Aesthetica. Em comemoração ao centenário de Theodor W. Adorno. Porto Alegre: Escritos, 2005.

LIPOVETSKY, G. A. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas Tradução: Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

_____- A cultura-mundo: resposta a uma sociedade desorientada. Tradução: Victor Silva. Edições 70, 2010.

_____- Os tempos hipermodernos. Tradução: Mário Vilela. São Paulo: Editora Barcarolla, 2004.

Publicado
2019-10-08
Como Citar
de Andrade, C. C. (2019). Um estudo sobre a Sociologia da Música, de Theodor W. Adorno, e sua atualização na cultura-mundo hipermoderna. Revista Primordium, 3(6). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/primordium/article/view/45458
Seção
Artigos