A PRÁTICA DO CUIDADO: A PSICOLOGIA PELO OLHAR DO PSICÓLOGO E DE EQUIPES DE SAÚDE

  • Marina Kohlsdorf Centro Universitário UniCeub - Brasília
  • Rayanne Pollyane Chagas Borges Universidade Católica de Brasília
Palavras-chave: psicologia da saúde, interdisciplinaridade, ambiente hospitalar.

Resumo

Este estudo objetiva investigar percepções do psicólogo sobre sua prática em equipes multidisciplinares e a observação destas equipes sobre a psicologia. Trata-se de pesquisa quantitativa, que utilizou questionários respondidos por 29 psicólogos e 36 profissionais da saúde. Os resultados demonstraram que o psicólogo é considerado importante para a composição da equipe, mas sua atuação não foi claramente definida. O trabalho em equipe é fundamental para o reconhecimento das diferentes áreas de atuação, porém muitas vezes a equipe desconhece funções desempenhadas pelo psicólogo. Destaca-se que a prática psicológica em saúde precisa ser ampliada, incluindo maior presença destes profissionais em diferentes equipes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Kohlsdorf, Centro Universitário UniCeub - Brasília
Curso de Psicologia
Rayanne Pollyane Chagas Borges, Universidade Católica de Brasília
Curso de Psicologia

Referências

Angerami-Camom, V.A. (2009). Psicologia da Saúde: um novo significado para a prática clínica. (1ª. ed). São Paulo: Cengage Learning.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Assistência Social à Saúde (1997). ABC do SUS: doutrinas e princípios. Brasília: Ministério da Saúde.

Böing, E. & Crepaldi, M.A,. (2010). O Psicólogo na atenção básica: uma incursão pelas políticas públicas de saúde Brasileiras. Psicologia: Ciência e Profissão, 30(3), 634-649. DOI: 10.1590/S1414-98932010000300014.

Castro, E.K. & Bornholdt, E. (2004). Psicologia da saúde x psicologia hospitalar: definições e possibilidades de inserção profissional. Psicologia: Ciência e Profissão, 24(3), 48-57. DOI: 10.1590/s1414-98932004000300007.

Czeresnia, D. (2003). O conceito de saúde e a diferença entre prevenção e promoção. Em: D. Czeresnia e C.M. Freitas (Orgs.), Promoção da Saúde: conceitos, reflexões, tendências (pp. 39-53). Rio de Janeiro: Editora Fiocruz.

De Marco, M.A. (2010). A face humana da medicina: do modelo biomédico ao modelo biopsicossocial. (2ª. Ed). São Paulo: Casapsi.

Dimenstein, M.D.B. (1998). O psicólogo nas Unidades Básicas de Saúde: desafios para a formação e atuação profissionais. Estudos de Psicologia, 3(1), 53-81. DOI: 10.1590/S1413-294X1998000100004.

Feijó, G. (2006). A psicologia e o processo de humanização no hospital diante da relação enfermeiro- paciente. Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Psicologia, Universidade do Sul de Santa Catarina, Palhoça.

Fossi, L.B. & Guareschi, N.M.F. (2004). A psicologia hospitalar e as equipes multidisciplinares. Revista da SBPH, 7(1), 29-43.

More, C.L.O.O., Crepaldi, M.A., Queiroz, A.H., Wendt, N.C. & Cardoso, V.S. (2004). As representações sociais do psicólogo entre os residentes do programa de saúde da família e a importância da interdisciplinaridade. Psicologia Hospitalar, 1(1), 59-75.

Rêgo, I.K.P. (2008). Psicoterapia no contexto hospitalar: uma proposta de atendimento psicológico para mulheres com miomatose uterina. Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Psicologia, Universidade Estadual do Piauí, Teresina.

Romano, B.W. (1999). Princípios para a prática da psicologia clínica em hospitais. São Paulo: Casa do Psicólogo.

Saar, S.R.C. & Trevizan, M.A. (2007). Papéis profissionais de uma equipe de saúde: visão de seus integrantes. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 15(1), 1-7.

Santos, F.M.S. & Jaco-Vilela, A.M. (2009). O psicólogo no hospital geral: estilos e coletivos de pensamento. Paideia, 19(43), 189-197. DOI: 10.1590/s0103-863x2009000200007.

Silva, L.B. (2008). Do violino à rabeca. Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação em Psicologia, Universidade Do Vale Do Rio Dos Sinos, São Leopoldo.

Tonetto, A.M. & Gomes, W.B. (2007). A prática do psicólogo hospitalar em equipe multidisciplinar. Estudos em Psicologia, 24(1), 89-98. DOI: 10.1590/s0103-166x2007000100010.

Publicado
2017-06-26
Como Citar
Kohlsdorf, M., & Borges, R. P. C. (2017). A PRÁTICA DO CUIDADO: A PSICOLOGIA PELO OLHAR DO PSICÓLOGO E DE EQUIPES DE SAÚDE. Perspectivas Em Psicologia, 21(1). https://doi.org/10.14393/PPv21n1a2017-12