A centralidade das colecionadoras no sistema da arte brasileiro

  • Nei Vargas da Rosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil

Resumo

O artigo apresenta um grupo de mulheres colecionadoras de arte moderna e contemporânea destacadas não só pelas coleções de arte que formaram ou continuam formando, abrangendo do início do século XX até o presente. Elas atuaram e atuam em museus e eventos no Brasil e no mundo, ocupando cargos em conselhos e presidências, ou até mesmo criando suas próprias instituições. Nesse sentido, o objetivo é colocar em evidência a abrangência da atuação de mulheres a partir de suas coleções de arte, suas inserções no sistema da arte e suas participações na constituição da História da Arte no Brasil.

ABSTRACT:

The article presents a group of women collectors of modern and contemporary art highlighted not only by the art collections that formed or continue to form, covering from the beginning of the twentieth century to the present. They have acted and act in museums and events in Brazil and the world, occupying positions in council and presidencies, or even creating their own institutions. In this sense, the objective is to put in evidence the comprehensiveness of performance of women from their art collections, their insertion in the art system and their participation in the constitution of Art History in Brazil.

KEYWORDS:

women, collecting, visual art.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nei Vargas da Rosa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil
Nei Vargas da Rosa é doutorando em Artes Visuais, ênfase em História, Teoria e Crítica da Arte no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS, com mestrado no mesmo Programa. Sua pesquisa de Mestrado, intitulada Estruturas emergentes do sistema da arte: instituições culturais bancárias, produtores e curadores, teve capítulo premiado no Edital Brasil Arte Contemporânea, Economia da Arte, organizado pela Fundação Bienal de São Paulo. Participa com capítulo no livro As Novas Regras do Jogo: o sistema da arte no Brasil, Editora Zouk, 2014. Já esteve a frente da direção dos Departamentos de Difusão Cultural da Pró-Reitoria de Extensão e de Educação Patrimonial da Secretaria do Patrimônio Histórico, ambos da UFRGS, implantou e coordenou o setor educativo do Santander Cultural. Atualmente coordena o Programa Educativo da 11a. Bienal do Mercosul.
Publicado
2017-10-31
Como Citar
Vargas da Rosa, N. (2017). A centralidade das colecionadoras no sistema da arte brasileiro. OuvirOUver, 13(2), 480-492. https://doi.org/10.14393/OUV21-v13n2a2017-10
Seção
Dossiê: Sistema das Artes Visuais no Brasil