O murmúrio do tangível - A semântica tátil na sintaxe da superfície

  • Susana Maria Pires Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. CIEBA (Centro de investigação em Belas Artes da Faculdade de Belas Artes da Universidade). http://orcid.org/0000-0001-6701-0906
Palavras-chave: Smart textiles, Instalação, Imagem háptica

Resumo

Poder-se-ia descrever a perceção tátil como a experiência de presença sem representação. Esta afirmação implicaria, no domínio das artes visuais, um discurso que, simultaneamente, afeta e se desvincula da problemática da ontologia da imagem e dos movimentos da linguagem. O sentido do tato é aquele que nos dá informação mais direta, real e concreta da superfície e corpo da matéria, no entanto a sua sintaxe é feita por relações abstratas. As qualidades e funções haptológicas dentro de cada cultura, o seu papel na comunicação e a forma como estas são afetadas pela tecnologia têm vindo a ganhar destaque nas criações artísticas contemporâneas, na academia e na sociedade em geral. Desdobrando o léxico do tato em sentido temático e função operativa, este artigo realiza uma breve trajetória ancorada na poética do tato no contexto das artes visuais. Paralelamente, indaga acerca da reciprocidade produtiva entre um pensamento centrado na funcionalidade tátil e o desenvolvimento de materiais interativos. ABSTRACT Tactile perception could be described as the experience of presence without representation. This point may not have a good framework in the issues of the image and language. The sense of touch is which gives us the truest information of real surfaces, still its syntax is made by abstract relations. The basic quality or function of touch within culture, the role of touch in communication and the ways in which touch is affected by technology are in our days an expanding field of research. Distinguishing touch between thematic sense and operating function, this paper makes a brief trajectory anchored in the poetics of touch in visual arts. Will be investigated simultaneously the relation between the touch thought and the smart textiles. KEYWORDS Touch, tangible, surface, contact, smart textiles.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Susana Maria Pires, Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. CIEBA (Centro de investigação em Belas Artes da Faculdade de Belas Artes da Universidade).
Artista e Investigadora, frequenta o doutoramento em Belas Artes da Universidade de Lisboa e é bolseira da Universidade de Lisboa. A sua investigação incide na abordagem inovadoras dos têxteis na sua relação com a tecnologia e a arte.
Publicado
2017-10-31
Como Citar
Pires, S. M. (2017). O murmúrio do tangível - A semântica tátil na sintaxe da superfície. OuvirOUver, 13(2), 510-522. https://doi.org/10.14393/OUV21-v13n2a2017-12