La catégorisation de la musique « noire » présente dans le langage courant de l'esthétique musicale afro-américaine.

Palavras-chave: Música afro-americana

Resumo

O presente artigo interroga algumas referências e definições dadas à estética musical herdada do continente africano, em especial à música afro-americana. Após quatro séculos de servidão ligada a uma tragédia humana, o terror racial dará lugar à uma enorme explosão de criatividade e de liberdade, onde o resultado agitará grande parte do planeta com o pseudônimo de « Black Music ». De conteúdo efêmero, ora contraditório, popularmente reconhecida pelo aspecto groove, hot, música do corpo, música de preto, ainda que possamos rejeitar ou idealizar certos termos (jargões), eles fazem parte da pauta de debate interdisciplinar de pesquisadores que discutem, entre outras características, sua(s) realidade(s) científica(s). Diversos artigos tratam sobre a complexa estética musical afro-americana no âmbito do sensível, politico, e discutem o uso dos mais variados rótulos. Entretanto, poderíamos falar de « Black Music »? À partir da análise de alguns textos, em particular de uma certa "carta aberta", objetiva-se pesquisar o desenvolvimento da musica afro-americana , cujo o conteúdo alimenta diversas pesquisas e discussões teóricas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Henrique Da Cruz, Université Paris VIII Vincennes - Saint-Denis
Musico ha 23 anos, Leonardo Cruz é graduado em Musicologia pela Université Paris 8 aonde atualmente desenvolve seu mestrado também em Musicologia. Ele prepara seu primeiro CD/ Album com cançoes inéditas de sua autoria e em parceria com outros artistas / musicos da cena internacional.
Publicado
2016-12-16
Como Citar
Da Cruz, L. H. (2016). La catégorisation de la musique « noire » présente dans le langage courant de l’esthétique musicale afro-américaine. OuvirOUver, 12(2), 506-516. https://doi.org/10.14393/OUV19-v12n2a2016-19