Ciberformance, Second Life e “Synthetic Performances”

Resumo

O artigo apresenta como temática central a performance (arte de ação) mediada pelo computador e reflexiona sobre as especificidades surgidas desse encontro. O campo relativamente novo da ciberformance, subgênero da performance, responde aos atravessamentos que sofre a arte contemporânea, sendo talvez o mais significativo entre eles o uso da tecnologia. Partindo de algumas problemáticas que surgem quando tratamos da performance no ciberespaço, o artigo tratará de exemplos de obras desenvolvidas no Second Life.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sarah Marques Duarte, Univerisidad Nacional de las Artes
Mestre em Lenguajes Artísticos Combinados, departamento de Artes Visuais, Universidad Nacional de las Artes, Buenos Aires(AR). Bacharel em Artes Cênicas, Escola de Teatro da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO).
Publicado
2016-12-16
Como Citar
Duarte, S. M. (2016). Ciberformance, Second Life e “Synthetic Performances”. OuvirOUver, 12(2), 448-460. https://doi.org/10.14393/OUV19-v12n2a2016-15
Seção
Dossiê Interfaces das Artes