La utilización del espacio escenográfico y dispositivos del texto espectacular como reflejo de la posesión del saber en tres obras en contacto

  • Mayra Ortiz Rodríguez

Resumo

Em três obras, que surgem de concepções distintas acerca do teatro (Cándida de Bernard Shaw, 1895; A profissão de Mrs. Warren de Oscar Wilde, 1902; e A lição de Eugene Ionesco, 1951), apresenta-se um conflito em comum: a luta pela posse do conhecimento. O saber, posto em questão, é justamente aquele que pertence a um sujeito que também é questionado: o personagem feminino. Por isso propõe-se que, nos três casos e a partir de abordagens diferentes, o lugar do conhecimento da mulher é negado, ainda que ela sempre consolida, como outro que é, outro saber. Mas, além dos três dramaturgos traçar tematicamente certas questões em torno da problemática mencionada, também o fazem a partir da conjugação de elementos cênicos na montagem teatral, razão pela qual se considerará o texto teatral como uma unidade complexa. Todos estes aspectos (temáticos e espetaculares) em seu conjunto dão conta de uma ordem que faz silenciar aqueles que consideram inferiores, e que, portanto, não merecem ser ouvidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-10-13
Como Citar
Rodríguez, M. O. (2009). La utilización del espacio escenográfico y dispositivos del texto espectacular como reflejo de la posesión del saber en tres obras en contacto. OuvirOUver, (5). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/3178
Edição
Seção
Artigos