Educação somática e construtivismo: revendo a pedagogia da dança

Palavras-chave: pedagogia da dança, educação somática, construtivismo

Resumo

O presente texto discute a aplicação da educação somática e do construtivismo pós-piagetiano no ensino da dança. Neste sentido, o artigo propõe uma revisão da pedagogia da dança, que vem secularmente arraigada, sobretudo, na tendência tradicional de ensino. A ideia central é apontar as questões epistemológicas que a educação somática e que o construtivismo têm em comum, para, deste modo, pensar em uma pedagogia da dança alternativa à vigente. Com estas bases teóricas, é possível trabalhar metodologias de ensino diferenciadas, que permitam a aprendizagem tanto de repertórios de dança quanto nos demais conteúdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neila Cristina Baldi, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
Neila Cristina Baldi é artista da dança e professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, nos cursos de Licenciatura em Dança e Licenciatura em Teatro. Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre (Es)(ins)critas do/no Corpo, pertencente ao Grupo de Estudos em Territorialidades da Infância e Formação Docente (GESTAR - CNPq/ UESB) e do Grupo de Artes Integradas, Performativas e de Pesquisa (Olaria-CNPq/UESB). Doutoranda em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia, com orientação de Ciane Fernandes.
Publicado
2016-12-16
Como Citar
Baldi, N. C. (2016). Educação somática e construtivismo: revendo a pedagogia da dança. OuvirOUver, 12(2), 256-269. https://doi.org/10.14393/OUV19-v12n2a2016-1
Seção
Dossiê Interfaces das Artes