Aspectos e repercussões do pensamento musical de Mário de Andrade

  • Maurício De Bonis ECA-USP
Palavras-chave: Mário de Andrade. Música brasileira do século XX.

Resumo

A evolução do pensamento musical de Mário de Andrade mostra um grau cada vez mais agudo de observação da sociedade brasileira e da produção musical em nosso país, marcados por uma interpretação materialista da história. Ao mesmo tempo, seus trabalhos inserem-se como atos de militância estética e ideológica estreitamente ligados ao contexto em que foram redigidos. Neste sentido, permanecem como uma referência fundamental até os nossos dias para reflexões musicais orientadas pelos mesmos pressupostos ideológicos. Neste trabalho, comentaremos em linhas gerais seus textos Ensaio sobre a Música Brasileira e Evolução Social da Música no Brasil, além de diversos artigos para jornais. Observaremos também a influência direta das idéias de Mário de Andrade sobre Luciano Gallet, Francisco Mignone e Camargo Guarnieri, a partir de seu contato pessoal com estes compositores. Estas duas propostas foram entrelaçadas e entremeadas por comentários sobre o contexto sócio-histórico em questão (entre as décadas de 1930 e 1940), mantendo, em linhas gerais, a cronologia dos acontecimentos. Pretendemos assim situar alguns aspectos do pensamento musical de Mário de Andrade, para então cotejá-los com algumas de suas repercussões e derivações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício De Bonis, ECA-USP
Compositor, natural de São Paulo, estudou com Willy Corrêa de Oliveira. Atua regularmente como pianista em duo com a soprano Caroline De Comi. Atualmente, pesquisa a obra de Willy Corrêa de Oliveira no Mestrado em Musicologia pela ECA-USP, sob orientação de Flávia Toni, como bolsista FAPESP.
Como Citar
Bonis, M. D. (1). Aspectos e repercussões do pensamento musical de Mário de Andrade. OuvirOUver, 1(1). Recuperado de http://www.seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/article/view/224
Edição
Seção
Artigos