7º Fórum de Editores de Periódicos da área de Artes / Artes Visuais

MANIFESTAÇÃO FÓRUM DE EDITORES

Os editores das revistas científicas brasileiras vinculadas aos Programas de Pós-graduação em Artes Visuais e associações de pesquisa e pós-graduação em artes, reunidos no 7º Fórum de Editores da Área de Artes/Artes Visuais, que ocorreu de modo remoto, nos dias 28 e 29 de setembro de 2020, com a presença de 26 periódicos e 37 participantes, entre editores, editores adjuntos e representantes, fazem saber que entre vários pontos debatidos que entrarão em ata específica, destacam as seguintes manifestações:

A valorização da área de Artes na CAPES e seu papel de defesa das especificidades dos periódicos das Artes Visuais diante do conjunto das áreas que integram a pós-graduação brasileira, reconhecendo as conquistas decorrentes da presença atuante de nossos pares para a consolidação dos periódicos na divulgação do conhecimento e seus impactos nas políticas sociais e culturais do país;

A importância da defesa de critérios avaliativos para a área de Artes Visuais, além das métricas de impacto de citação que têm sido impostas como um indicador bibliométrico na avaliação do desempenho da produção científica acadêmica e dos periódicos;

A valorização pela área e pelos Programas de Pós-graduação do trabalho e do papel fundamental dos revisores para a garantia da qualidade dos trabalhos publicados pelas revistas de Artes Visuais.

 Repudiamos veementemente as ingerências do Governo brasileiro sobre a autonomia universitária, os cortes orçamentários e a falência do fomento que inviabilizam a pesquisa nas universidades públicas e seus objetivos fundamentais, bem como a função social da educação pública brasileira.

Subscrevem este manifesto:

Agnus Valente - Revista Rebento (UNESP)

Alexandre Sá Barretto da Paixão  - Revista Concinnitas (UERJ)

Alice J. Monsell  - Revista Paralelo 31  (UFPel) 

Analice Dutra Pillar  - Revista GEARTE (UFRGS)

Andrea Hofstaetter - Revista GEARTE (UFRGS)

Angela Grando - Revista Farol (UFES)

Beatriz Rauscher - Revista Estado da Arte e Revista ouvirOUver (UFU)

Biagio D’Angelo - Revista VIS (UnB)

Carin Dahmer - Revista Digital do LAV (UFSM)

Daniel Hora - Revista Farol (UFES)

Emerson Dionisio Gomes de Oliveira  - Revista Modos (UnB,UNICAMP,UFRJ,UFRGS,UFBA,UERJ) 

Fábio Fonseca - Revista ouvirOUver (UFU)

Fábio Wosniak  - Revista Apotheke (UDESC)

Felipe Scovino  - Revista Arte & Ensaios (UFRJ)

Jo A-mi  - Revista Vazantes (UFC)

José Eliézer Mikosz  - Revista Art&Sensorium (UNESPAR)

Keyla Sobral - Revista Arteriais - PPGArtes (UFPA) 

Lêda Guimarães – Revista Visualidades (UFG)

Luiz Sérgio de Oliveira - Revista Poiésis (UFF)

Madalena Zaccara - Revista Cartema (UFPE/UFPB) 

Magali Melleu Sehn - PÓS - Revista do PPG em Artes  (UFMG)

Mara Rúbia Sant'Anna   - Revista Palíndromo e Revista Ensino em Artes, Moda e Design (UDESC)

Maria Cristina da Rosa Fonseca da Silva – Revista Educação, artes e Inclusão (UDESC)

Maria de Fátima Morethy Couto - Revista Modos (UnB,UNICAMP,UFRJ,UFRGS,UFBA,UERJ)

Marta Castello Branco  - Revista Nava (UFJF)

Milena Szafir - Revista Vazantes (UFC)

Orlando Maneschy - Revista Arteriais - PPGArtes (UFPA)

Paulo Antonio de Menezes Pereira da Silveira - ARJ - Art Research Journal ANPAP / ANPON / ABRACE /ANDA

Priscila Rampin - Revista Estado da Arte (UFU)

Rogéria de Ipanema  - Revista Arte & Ensaios (UFRJ)

Rosa Maria Blanca Cedillo  - Revista Contemporânea (UFSM)

Rosangela Britto - Revista Arteriais - PPGArtes (UFPA)

Sávio Stoco - Revista Arteriais - PPGArtes (UFPA)

Tatiana Telch Evalte- Revista GEARTE (UFRGS)

Teresinha Barachini - Revista Porto Arte (UFRGS)

Vera Lucia Didonet Thomaz  ARJ - Art Research Journal (ANPAP / ANPON / ABRACE/ANDA )

Vitoria Amaral - Revista Cartema (UFPE/UFPB)

 

 

Dossiê Perspectivas do Drama no Brasil

 

Este dossiê terá como editor convidado o Prof. Dr. Wellington Menegaz.

 

Chamada para submissões prorrogadas até o dia 15 de abril de 2020.

Com foco no método de ensino do drama e suas reverberações no Brasil em contextos educacionais formais (educação básica e ensino superior) e informais, é que propomos o presente dossiê. Ele contará com contribuições de pesquisadores/as, artistas e docentes que investigam o drama na educação.

O drama, também denominado drama in education ou process drama, é um método específico de ensino do teatro, desenvolvido inicialmente na Inglaterra, e, mais tarde, em outras nações anglo-saxônicas. Na década de noventa chega ao Brasil, através do trabalho pioneiro da pesquisadora e docente Beatriz Ângela Vieira Cabral (Biange). O drama pode ser visto enquanto uma investigação de um pré-texto, em que todos os envolvidos (professor/a e estudantes) assumem papéis e exploram situações ou atividades definidas a partir do processo e de um contexto ficcional.

O intuito desse dossiê é contribuir com a difusão do drama no Brasil, para que interessados em conhecer e/ou aprofundar sobre esse método de ensino possam ter acesso às diversas propostas de trabalho, espalhadas pelo território brasileiro. Esse dossiê é resultado da pesquisa de pós-doutorado que o prof. Wellington Menegaz, docente do Curso de Teatro da UFU, desenvolve no PPGT UDESC. A publicação está vinculada ao Mestrado Profissional em Artes Prof-Artes da Universidade Federal de Uberlândia.

As contribuições deverão estar em conformidade com as normas da revista, cujas diretrizes de publicação constam no endereço: http://www.seer.ufu.br/index.php/ouvirouver/about/submissions

Todas as submissões deverão ser enviadas para a plataforma da revista até 15 de abril de 2020.

Outras contribuições com temas variados seguirão em sistema de fluxo contínuo.

 

Atenciosamente,

Equipe Editorial da Revista ouvirOUver.

 

 

 

 

Dossiê Geografias sensíveis: paisagens, territórios, fronteiras

[chamada encerrada]

Este dossiê terá como editores convidados os professores doutores Ronaldo Macedo Brandão, Tatiana Ferraz e Beatriz Rauscher

No campo das Artes Visuais, especificamente na arte contemporânea, as noções de ‘território’, ‘fronteira’ e ‘trânsito’ são evocadas frequentemente para tratar de posicionamentos críticos em relação às determinações espaciais entre público e privado, das relações de poder e exclusão em territórios urbanos; dos tratados políticos de fronteira, dos fluxos migratórios, dos exílios e outras situações geopolíticas. O dossiê “Geografias sensíveis: paisagens, territórios, fronteiras” pretende convocar pesquisadores de Artes Visuais e áreas afins que encontram, em suas pesquisas, afinidades e inquietações sobre tais aspectos do mundo contemporâneo.

O dossiê pretende reunir reflexões sobre a paisagem como uma construção do sujeito em trânsito, sobre o território como a soma de acontecimentos e as fronteiras, como fragmentos da realidade, ao mesmo tempo metafórica e fictícia. Do ponto de vista dos processos criativos, a noção de fronteira pode ser pensada ainda como metodologia no trânsito constante entre linguagens e mídias, na porosidade das fronteiras das categorias artísticas, ou ainda, nas justaposições entre teoria e prática na reconstituição permanente do próprio território de arte. A ideia de produzir uma publicação que reflete sobre o tema “Geografias sensíveis: paisagens, territórios e fronteiras” se alimenta do desejo e da necessidade de tratar dessa dupla articulação da noção de fronteira, considerada determinante no início desse século e fundamental na estruturação de um debate ‘geo-(po)ético’ da arte.

[palavras-chave] deslocamentos / paisagens em trânsito / territórios / fronteiras / geo-poéticas / geografias sensíveis

Outras contribuições com temas variados seguirão em sistema de fluxo contínuo.

Se houver qualquer pergunta, ela pode ser encaminhada para o e-mail da revista: ouvirouver@gmail.com

Atenciosamente,

Equipe Editorial da Revista ouvirOUver.