Ensino de língua e o multilinguismo, multiculturalismo/interculturalismo: a necessidade de uma nova postura pedagógica

Palavras-chave: Ensino de língua, Multilinguismo, Multiculturalismo, Letramento crítico

Resumo

Este artigo tem por objetivo expor algumas reflexões teóricas para o papel docente diante de um alunado multilíngue e multicultural/intercultural bem como um breve relato pedagógico refletindo sobre a necessidade de mudança na postura pedagógica frente às produções híbridas, produzidas pelos alunos, que são resultados da sociedade contemporânea. Sendo assim, o estudo dialoga com autores como (LEFFA; IRALA, 2014), (BAUMAN, 2005), (CANCLINI, 1997, 2000), CAZDEN, C.; COPE, B.; FAIRCLOUGH, N.; GEE (1996), HALL (2006), ROJO (2012, 2013), entre outros, os quais discutem o contexto plural dessa sociedade globalizada e a necessidade de uma pedagogia crítica acompanhada de letramentos múltiplos. As considerações apresentadas revelaram que pensar o multilinguismo e a interculturalidade, pautados na diversidade de linguagem em diferentes gêneros, desenvolvem mecanismos para ofertar um ensino de qualidade emergindo assim uma nova pedagogia. Espera-se que as reflexões aqui contempladas, possam contribuir para os espaços de educação, tanto na recepção quanto na reprodução, no que tange ao aperfeiçoamento de práticas pedagógicas voltadas para o desenvolvimento do multiletramento, letramento crítico e da autoria.

 

PALAVRAS-CHAVE: Ensino de língua.  Multilinguismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutoranda em Estudos de Linguagem pela Universidade Federal de Mato Grosso.

Flávia, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutora em Letras, Universidade Federal de Pernambuco

Referências

LENCAR, M. C. M. Breve panorama dos estudos de letramento (s) no Brasil – dos alfabetismos aos multiletramentos. Revista UNILETRAS, Ponta Grossa-PR, v. 37, n. 1, p.123-139. jan/jun. 2015. Disponível: https://doi.org/10.5212/uniletras.v.37i1.0009 Acesso em: nov. de 2020

BALTAR, M.; BEZERRA, C. Paulo Freire e os estudos críticos do letramento: o sulear e a relação Norte – Sul. v. 15, n. 15, 2014. Revista Línguas & Letras. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/issue/view/665/showToc Acesso em: 19 nov. 2020.

BAUMAN, Z. Identidade: Entrevista a Benedetto Vecchi. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro. Jorge Zahar Editora. 2005. 105 p. https://doi.org/10.21665/2318-3888.v3n5p290-295

BRASIL, Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

CANCLINI, N. G. Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. Tradução de Ana Regina Lessa e Heloisa Pezza Cintrão. São Paulo. EDUSP, 1997. p. 283-350.

CANCLINI, N. G. Introdução à edição de 2001: As culturas híbridas em tempo de globalização. In: ______. Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2000. p. XVII-XLIII. https://doi.org/10.11606/d.11.2019.tde-20190821-124345

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Traduação: Tomaz Tadeu da Silva, Guaracira Lopez Louro. Rio de Janeiro, DP&A, 2006. p.102

LEIRIA, I. Português língua segunda e língua estrangeira: investigação e ensino. Idiomático. Revista Digital de Didáctica de PLNM 3, 2004, p. 1-11. Disponível em: http://cvc.instituto-camoes.pt/idiomatico/03/01.html Acesso em dez. 2020. https://doi.org/10.17771/pucrio.ple.52766

LEFFA, V. J.; IRALA, V. B. O ensino de outra(s) língua(s) na contemporaneidade: questões conceituais e metodológicas. In: LEFFA, V. J.; IRALA, V. B. (Orgs.). Uma espiadinha na sala de aula: ensinando línguas adicionais no Brasil. Pelotas: Educat, 2014, p. 2148. https://doi.org/10.1590/s1984-63982008000100007

MASSEY, D. Um sentido global do lugar. In: ARANTES, A. (Org.). O espaço da diferença. Campinas: Papirus, 2000. p. 175 - 185.

NASCIMENTO, L. J. do. et al. Educomunicação: um projeto de inserção social na escola Desembargador Milton Armando Pompeu de Barros em Colíder Mato Grosso. In: GUILHERME, W. D. (org.). A Educação no Âmbito do Político e de suas Tramas 4 . 1. ed. Ponta Grossa: Atena Editora, 2019. p. 263-272. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/post-ebook/2874 Acesso em: 11 de abr. 2020. https://doi.org/10.22533/at.ed.68719231224

ROJO, R. Pedagogia dos Multiletramentos: diversidade cultural e de linguagens na escola. In: ROJO, R.; MOURA, E. (orgs.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. 264 p. 11-31. https://doi.org/10.18676/cadernoscenpec.v2i1.102

ROJO, R. Gêneros do discurso do círculo de Bakhtin e multiletramentos. In: ROJO, R. H.; MOURA, E. (orgs.). Escola conectada: os multiletramentos e as TICs. 1ª ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.p. 13-36. https://doi.org/10.22168/2237-6321.6.6.2.408-413

Publicado
2021-08-22
Como Citar
BASSO MARQUES, M. J. B. M.; GIRARDO BOTELHO BORGES, F. Ensino de língua e o multilinguismo, multiculturalismo/interculturalismo: a necessidade de uma nova postura pedagógica. Olhares & Trilhas, v. 23, n. 3, p. 1017-1032, 22 ago. 2021.