A GEOGRAFIA E O CINEMA EM A HARD DAY'S NIGHT: POSSIBILITANDO NOVOS ESPAÇOS

  • Jucimara Pagnozi VOLTARELI Graduanda em Geografia da FCT/UNESP de Presidente Prudente (SP) - Pesquisadora de Iniciação científica com bolsa pelo CNPq.
Palavras-chave: Geografia, Cinema, Arte, Mercadoria, Beatles

Resumo

Neste artigo discutimos os caminhos atuais do pensamento geográfico e os possíveis diálogos que a nossa disciplina pode estabelecer com outros saberes. A pesquisa que o originou é o desdobrar das atividades realizadas no interior do Grupo de Pesquisa Linguagens Geográficas (GPLG) e integra a Rede de Pesquisa Imagens, Geografias e Educação. Aqui abordaremos como o cinema se configura com uma possibilidade de capturar elementos que podem ser analisados do ponto de vista geográfico, estabelecendo um território de potencialidades múltiplas. O filme A Hard Day's Night foi escolhido por articular linguagens imagéticas e sonoras no sentido de instaurar a estética do vídeo e do processo de criação mercadológica de bens culturais para serem consumidos em nível global por jovens. Nesse processo, podemos identificar forças em que os processos de localização e orientação da juventude são recriados para novos padrões espaciais, permitindo fazer geografia aliando diferentes linguagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-12