Identidades de gênero e filmes infantis: um panorama sobre as novas perspectivas da construção das identidades de gênero em crianças

  • Heitor Tavares Zanoni Universidade Federal de Uberlândia
  • Eliane Schmaltz Ferreira Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

O propósito deste trabalho é compreender as formas como os filmes infantis contribuem para a formação da identidade de gênero em crianças e buscar entender o motivo da abordagem de novas configurações de gênero pelos filmes infantis recentes, que adotam personagens com identidades de gênero alternativas (homossexuais, bissexuais, transexuais, travestis, etc.). Para isso, foi feita uma pesquisa bibliográfica e a análise de dois filmes infantis clássicos e dois recentes (para a posterior comparação entre os mesmos). Os autores utilizados na pesquisa foram Teresa de Lauretis, Maria Celeste Mira, Ralph Linton e Daniel welzer-lang, recuperando desses autores o conceito de gênero utilizado no trabalho, as formas de construção da identidade de gênero, tanto em homens como em mulheres, e a influência da cultura na personalidade dos indivíduos. Os filmes infantis analisados foram: Cinderella e A Bela Adormecida, como clássicos, e Shrek e Deu a louca na Chapeuzinho, como recentes. As conclusões às quais é possível chegar, através da análise dos filmes com base no referencial teórico pesquisado são: é inegável a influência dos filmes infantis na construção da identidade de gênero nas crianças, uma vez que os personagens são envolventes e se tornam exemplos a serem seguidos pelas crianças; que as novas configurações de gênero adotadas pelos filmes infantis mais recentes podem influenciar positivamente as crianças adaptando-as a essa realidade das identidades de gênero alternativas percebidas na sociedade contemporânea, e que os motivos que levaram os produtores de filmes infantis a adotarem essas novas configurações de gênero são inúmeros, considerando que esses profissionais são tanto vítimas quanto produtores de cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heitor Tavares Zanoni, Universidade Federal de Uberlândia
Graduando em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Uberlândia. Pesquisa a relação entre construção da identidade de gênero em crianças e filmes infantis sob orientação da Professora Dra. Eliane Schmaltz Ferreira, do Departamento de Ciências Sociais da UFU. Atualmente é estagiário na Biblioteca do Campus Santa Mônica, participando da BDPT (Biblioteca Digital de Peças Teatrais).
Eliane Schmaltz Ferreira, Universidade Federal de Uberlândia
Professora Departamento de Ciências Sociais da UFU.
Publicado
2010-08-23
Seção
Artigos