Identidade materna e as grades da prisão

o fenômeno da maternagem dividida entre mulheres detentas

Resumo

A estrutura do sistema carcerário foi erguida sobre pilares masculinos, o que reflete na invisibilidade de peculiaridades femininas como o exercício da maternagem, tanto em relação ao filho nascido no ambiente prisional quanto aos filhos que ficaram fora do cárcere. Objetivou-se descrever o fenômeno da maternagem dividida entre 14 detentas que viviam com os filhos no berçário de uma penitenciária de Aquiraz, Ceará, por meio de entrevistas em profundidade e observação simples/participante.

PALAVRAS-CHAVE: Mães. Prisões. Privação Materna. Relações Mãe-Filho. Poder Familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-09-13
Seção
Dossiê Violência & Gênero