Gênero e violência

a relação de mulheres atletas brasileiras com os seus técnicos esportivos

  • Maria Lúcia Vannuchi Universidade Federal de Uberlândia
  • Mariana Vannuchi Tomazini

Resumo

Este texto resulta de uma pesquisa qualitativa com suporte na análise de depoimentos de mulheres brasileiras, na faixa etária de 15 a 29 anos, atletas de alto rendimento, nas modalidades de atletismo e natação, acerca de violências por elas vivenciadas em suas carreiras, nas relações com os seus técnicos.

PALAVRAS-CHAVE: Gênero. Violência. Mulheres Atletas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lúcia Vannuchi, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Sociologia pela Unesp de Araraquara (SP), com estágio pós-doutoral no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal; professora do  Programa de Pós-Graduação do Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia- M.G., Brasil.

Mariana Vannuchi Tomazini

Psicóloga e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – USP de Ribeirão Preto - S.P; especialista em psicologia do esporte e do exercício pelo Instituto Sedes Sapientiae – SP; psicóloga clínica; psicóloga do Centro de Atenção Psicossocial Infantil do Município de Limeira – SP

Publicado
2020-02-29
Seção
Artigos