A mulher, o animal: corpos demoníacos e contenções persistentes

  • Andreia Aparecida Marin Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Stheffany Cruvinel Martins Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Resumo

Resumo

No presente texto se discute a possibilidade de uma aproximação entre a mulher e o animal que, supostamente, compartilham um princípio de exclusão. Busca-se dar visibilidade ao parentesco entre animais e corpos demoníacos no pensamento ocidental e evidenciar uma base comum para os conceitos de animal e de mulher.

Palavras-chave:Antropocentrismo. Corpo. Animalidade.Mulher. Androcentrismo.

The woman, the animal: demonium bodies and persistent domination

AbstractThis paper discusses the possibility of an approximation between the woman and the animal, who supposedly share a principle of exclusion. We try to give visibility to the relation between animals and demoniac bodies in the occidental thought and to evidence a common basis for the concepts of animal and woman.

Keywords: Anthropocentrism. Body. Animality. Woman. Androcentrism. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreia Aparecida Marin, Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Grad.Ciências Biológicas/USP e Filosofia/UFPR; Dout. Ecologia e Ciências Naturais/UFScar. Docente no Instituto de Educação, Letras, Artes e Ciências Humanas e Sociais/UFTM.
Stheffany Cruvinel Martins, Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Graduanda em História/UFTM
Publicado
2018-10-30
Seção
Artigos