A Mulher Negra Brasileira, Miscigenação e o Estupro Colonial: O mito da democracia racial e o reforço de estereótipos racistas e sexistas

  • Gyme Gessyka Pereira Santos
  • Sandra Regina Sales

Resumo

Resumo

O presente artigo objetiva problematizar algumas concepções acerca do que vem a significar  ser uma mulher negra na sociedade brasileira, bem como suas implicações. Da percepção das práticas racistas, a fazer parte de uma sociedade sexista e patriarcal onde a mulher negra é vítima de opressões que operam interseccionalmente.

Palavras-chave: Mulher Negra. Estereótipos. Racismo. Feminismo. Visibilidade.

The Brazilian black woman and the subterfuge of miscegenation to mask colonial rape: the myth of racial democracy and the reinforcement of racist and sexist stereotypes

Abstract

The present article aims to problematize some conceptions about what it means to be a black woman in Brazilian society, as well as its implications. From the perception of racist practices, to being part of a sexist and patriarchal society where the black woman is the victim of oppressions that operate interseccionalmente.

Keywords: Black Woman. Stereotypes. Racism. Feminism. Visibility.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-30
Seção
DOSSIÊ