TRAMAR, DESTRAMAR E RETRAMAR: a arte nas montanhas das Minas Gerais

  • Amanda Motta Castro UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE/FURG

Resumo

Resumo

O artigo é um extrato da pesquisa de doutorado sobre o processo pedagógico de ensinar e aprender da tecelagem manual desenvolvido em Resende Costa, cidade localizada nas montanas de Minhas Gerais onde a grande maioria das pessoas sobrevive da tecelagem manual. Neste lugar um dito popular, ouvido muitas vezes durante a pesquisa empírica, revela: "Em Resende Costa, em todas as casas existe um tear". A economia do município gira em torno das 98 lojas de artesanato. A metodologia da investigação com base em pesquisa participante, foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, observação participante e diário de campo. A análise dos dados foi embasada na hermenêutica feminista. Entre os resultados encontrados, observa-se a formação das tecelãs que se desenvolve pelas mulheres da localidade, sobretudo pelas mãos das mulheres mais velhas, que realizam o repasse, criando, assim, o processo de ensinar e aprender da tecelagem manual e suas invisibilidades.

Palavras-chave: Estudos feministas. Educação popular. Gênero. Formação. Artesanato. Tecelagem.


TRAMING, DESTRAMING AND RETRAMING: art in the mountains of Minas Gerais

Abstract

A result of my Doctoral Dissertation defended in 2015, this paper seeks to analyze how the pedagogical process of teaching and learning hand weaving developed in Resende Costa town occurs. In this small town in the state of Minas Gerais, Brazil, most people live out of hand weaving. In this place, they frequently repeated: "In Resende Costa there is a loom at every home". In this sense, the economy of the town revolves around its 98 handcrafting stores. Methodology employed based on the participatory research method was carried out with semi-structured interviews, participant observation, and field diary. The data analysis was based on feminist hermeneutics. Among the outcomes, we see the female weavers' training beeing developed by local women, mainly by the hand of older ones that pass around their knowledge and, thus, creating a process of teaching and learning of hand weaving and their invisibility.

Keywords: Feminist Studies. Popular Education. Genre. Training. Handicraft, Weaving. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Motta Castro, UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE/FURG
Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio Grande/FURG. Doutora em Educação pela UNISINOS com bolsa CAPES e período sanduíche realizado no departamento de Antropologia da UAM sob orientação da Dra. Eli Bartra. Com o olhar na América Latina, tem-se ocupado em pesquisar os processos de produção do conhecimento de mulheres artesãs buscando analisar a complexidade dessas aprendizagens articulando Educação Popular, Estudos Feministas, Formação, Trabalho e Educação de Jovens e Adultos. Contato: amanda.motta@furg.br
Publicado
2017-01-26
Seção
Relato de Experiência