A CORAGEM FEMININA DA VERDADE: mulheres na ditadura militar no Brasil

  • Luzia Margareth Rago

Resumo

Resumo

Considerando as reflexões de Michel Foucault sobre a parresia, ou coragem da verdade e a ética na democracia, focalizo, nesse texto, as experiências de algumas militantes feministas envolvidas na luta contra a Ditadura militar brasileira, assim como na defesa dos direitos das mulheres. A partir das narrativas autobiográficas de Amelinha Teles, Crimeia Schmidt de Almeida, Gabriela Silva Leite e Ivone Gebara, destaco como a coragem da verdade, mesmo em situações de risco fez parte de suas construções subjetivas enquanto sujeitos éticos, permitindo articular subjetividade e política no próprio movimento das lutas sociais.

Palavras-chave: Foucault. Feminismo. Parresia. Subjetividade. Ética. Abstract

Considering Michel Foucault Ìs reflections on "parrhesia" or the courage of truth and ethics in democracy, I focus on the experience of some Brazilian feminist activists who fought against military dictatorship in Brazil as well as in defense of women Ìs rights. I analyse the autobiographical narratives of Amelinha Teles, Crimeia Schmidt de Almeida, Gabriela Silva Leite e Ivone Gebara, highlighting the courage of truth-telling even in moments of extreme danger as processes of self-constitution as ethical subjects. Subjectivity and Politcs are then articulated in the proper motion of the social struggles.

Keywords: Foucault. Feminism. Parrhesia. Subjectivity. Ethics. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-04-29
Seção
DOSSIÊ