A M͍DIA TELEVISIVA: prática na contribuição do conhecimento de mulheres em situação de violência doméstica

  • Evelyn Priscila Santinon Sola - Universidade Paulista (UNIP) - União das Instituições Educacionais de São Paulo (UNIESP)
  • Lucia Cristina Florentino Pereira da Silva Universidade de São Paulo (USP)
  • Patrícia Wotrich Parenti Universidade de São Paulo (USP)
  • Celia Regina Maganha Melo Universidade de São Paulo (USP)
  • Maryam Michelle Jarrouge Trintinália Universidade de São Paulo (USP)
  • Gizela Maria Agostini Zonta Universidade de São Paulo (USP)

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar como a mídia televisiva contribuiu para o conhecimento dos diplomas legais de proteção à mulher vítima de violência e sua assistência. Pesquisa qualitativa que comprovou o amplo acesso dessas mulheres à mídia televisiva, porém com informação insuficiente como proteção à violência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evelyn Priscila Santinon Sola, - Universidade Paulista (UNIP) - União das Instituições Educacionais de São Paulo (UNIESP)
Doutora pela Universidade de São Paulo. Mestre pela Unisantos. MBA pela Universidade de São Paulo. Docente do curso de Direito da Universidade Paulista (UNIP) e União das Instituições Educacionais de São Paulo (UNIESP).
Lucia Cristina Florentino Pereira da Silva, Universidade de São Paulo (USP)
Doutorado e Mestrado pela Universidade de São Paulo. Pós-graduação em Administração Hospitalar. Docente do curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.
Patrícia Wotrich Parenti, Universidade de São Paulo (USP)
Doutorado e Mestrado pela Universidade de São Paulo. Docente do curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.
Celia Regina Maganha Melo, Universidade de São Paulo (USP)
Doutorado e Mestrado pela Universidade de São Paulo. Docente do curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.
Maryam Michelle Jarrouge Trintinália, Universidade de São Paulo (USP)
Mestre pela Universidade de São Paulo. Especialista do curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.
Gizela Maria Agostini Zonta, Universidade de São Paulo (USP)
Graduanda do curso de Obstetrícia da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.
Publicado
2013-10-22
Seção
Artigos