HILDA HILST E A POÉTICA PROFANA NA OBRA DO DESEJO: uma estratégia de luta

  • patricia maria dos santos santana UFRJ

Resumo

O presente artigo mostra a poesia erótica de Hilda Hilst em seu vínculo íntimo com o sagrado, salientando a busca divina da autora como fator essencial em seu processo de criação. Hilst procurou dizer o que angustiava o seu interior através de suas poesias eróticas. Na sua procura por Deus, a autora exteriorizou o seu fazer criativo de maneira irreverente. A obra Do Desejo de Hilda permite estudar esteticamente a questão de gênero na sociedade brasileira, representando a forma que a mulher daquela época procurava mostrar o seu pensamento e ser vista como ser social independente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

patricia maria dos santos santana, UFRJ
Graduada em Letras. Especialista em Língua Inglesa e Docência Superior. Mestra em Letras e Ciências Humanas. Doutoranda em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Publicado
2014-09-22
Seção
DOSSIÊ