Nem tentariam? O poder de negociação das mulheres enquanto fator associado ao não uso da camisinhamasculina em Belo Horizonte e Recife

  • Paula Miranda-Ribeiro Cedeplar/UFMG

Resumo

O objetivo é investigar se o poder de negociação damulher é um fator associado ao não uso de camisinha emBelo Horizonte e Recife e se este poder está relacionado àescolaridade da mulher. A chance é maior entre as mulheresque têm menor poder de negociação com seus parceirossexuais, com implicações para as políticas sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Miranda-Ribeiro, Cedeplar/UFMG
Departamento de Demografia e Cedeplar/UFMG
Publicado
2009-08-18
Seção
Artigos