UMA AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO BRASILEIRO NO GLOBAL GENDER GAP INDEX DO FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL

  • Hildete Pereira de Melo

Resumo

A luta pela igualdade de gênero e empoderamen- to das mulheres esta incluída na pauta das reivindicações das sociedades mundiais e o Fórum Econômico Mundial respondendo a esta demanda divulga desde 2006 um índice sintético Global Gender Gap Index (GGI), no seu relatório sobre as desigualdades de gênero, onde a classificação entre os países é definida não pelo nível de desenvolvimento, mas das diferenças entre os sexos. Este artigo tem como objetivo discutir o desempenho do Brasil na quinta edição (2010) deste indicador. Este é construído a partir de razões entre os sexos nas dimensões: participação e oportunidades na economia, educação, saúde e empoderamento político. As análises propiciadas pelo Global Gender Gap Index indicam que o Brasil avançou em todas as dimensões, exceto nos indicadores de participação política. Este ainda permanece um espaço masculino, embora a eleição de Dilma Rousseff para Presidenta do Brasil, no final de 2010 altere a posição brasileira no índice de 2011.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-02-22
Seção
Artigos