Reprodução, Sexualidade e Poder: As lutas e disputas em torno do aborto e da contracepção no Rio de Janeiro entre 1890 e 1930.

  • Marinete dos Santos Silva Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Resumo

O trabalho se propõe a analisar o debate travado pelos médicos a cerca do aborto, na virada do século XIX até os trinta primeiros anos do século XX. O aborto, considerado um crime, era visto como algo que poderia ameaçar não apenas o domínio dos maridos sobre suas esposas, mas também o controle dos atos médicos em relação ao corpo feminino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marinete dos Santos Silva, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro
Doutora em História pela Universidade de ParisIII-Sorbonne Nouvelle. Professora do Laboratório de Estudo da Sociedade Civil e do Estado-LESCE/CCH/UENF. Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UENF.
Publicado
2013-10-22
Seção
DOSSIÊ