Abordagens políticas na correspondência de Bertha Lutz: Segunda Guerra Mundial e feminismo

  • João Gabriel da Silva Ascenso Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Resumo

O presente artigo (orientado pelo professor doutor Vitor Manoel Marques da Fonseca, consultor pelo convênio Arquivo Nacional/Museu Nacional) se propõe a analisar, através de parte da correspondência da cientista e feminista brasileira Bertha Lutz, suas opiniões a respeito da Segunda Guerra Mundial e o papel que atribui às mulheres durante o conflito e na sociedade a ser construída no pós-guerra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Gabriel da Silva Ascenso, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Graduando do curso de história da Universidade Federal do Rio de Janeiro, estagiário da Seção de Memória e Arquivo do Museu Nacional (SEMEAR/MN) desde 2005, e, a partir de 2007, bolsista na seção pelo Programa Institucional de Bolsas de Extensão (PIBEX).
Publicado
2009-07-17
Seção
Artigos